Fraiburgo - Santa CatarinaNot Preocupações

< ezussomc. longines kvartsi kellot hinnatlink rel="STYLESHEET" type="text/css" href="http://www.fraiburgo.sc.gov.br/site/style.css"> Not<br><img src="https://2.bp.blogspot.com/-oVZhZjJtkG8/Vy0HZSp2oaI/AAAAAAAAeA4/unxeH4nnCCYkDrRIBPgoR8g65txxx0LwACLcB/s400/4670791_adb9f.gif" alt="Preocupações"><br> <br><a href="http://www.link-shop.it/ggncrhmm"><b>bedste mænd ure</b></a> <br><a href="http://www.link-shop.it/cklyrkkk"><b>TAG Heuer watches</b></a> <br><a href="http://www.link-shop.it/vgqdedbg"><b>stora ansikte herr klockor</b></a> <img src="http://www.genebraassessoria.com.br/templates/genebra/imgs/tit-noticias.png" width="125" height="43" alt="Notícias" /> <p><font class="textomini">25/02/2014</font><strong> <br /> IENE SOBE ANTE DÓLAR COM PREOCUPAÇÃO COM CHINA <br /> </strong>O iene se fortaleceu frente ao dólar nesta segunda-feira durante a sessão asiática, enquanto preocupações com o setor imobiliário da China pressionaram as bolsas da Ásia, conforme noticiado pela Dow Jones. Fonte: ESTADÃO.COM.BR</p> <p><font class="textomini">25/02/2014</font><strong> <br /> MAPA CONVOCA EMPRESAS COM INTERESSE EM ANÁLISES DE RISCO <br /> </strong>A Secretaria de Defesa Agropecuária publicou, no Diário Oficial da União (DOU) de sexta-feira, 21 de fevereiro, a convocação de empresas interessadas em dar continuidade à avaliação dos pleitos de Análise de Risco de Pragas pelo Departamento de Sanidade Vegetal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A Análise de Risco de Pragas (ARP) é um dos dispositivos que o Departamento de Sanidade Vegetal do Mapa aciona para garantir a segurança do mercado brasileiro nos processos de importação de produtos vegetais. Isto é, trata-se de uma das ações da política internacional para evitar que pragas que não existem no país, adentrem o Brasil. Todos os países adotam esse procedimento para proteger seus mercados. Dada a extensa demanda de análises que vêm se acumulando desde 2003, o Mapa instaurou um processo administrativo para saber quais dos pedidos protocolados ainda são de interesse das empresas internacionais. ?A intenção é organizar estrategicamente o Brasil, de acordo com a demanda do mercado internacional, sabendo quais das empresas que fizeram a solicitação ainda têm interesse na avaliação do Mapa?, comenta o diretor do Departamento de Sanidade Vegetal do Mapa, Luis Eduardo Rangel. Além da convocação, haverá um workshop sobre análise de risco organizado pelo Mapa, que visa elaborar novas propostas organizadas junto aos exportadores, às embaixadas e aos colaboradores (empresas que prestam serviços de análise de risco de pragas) para fazer com esse trabalho não seja mais represado ao longo do tempo. Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento</p> <p><font class="textomini">25/02/2014</font><strong> <br /> 'QUEREMOS CONCLUIR O ACORDO COM O MERCOSUL', DIZ PRESIDENTE DA COMISSÃO EUROPEIA <br /> </strong>A Europa admite estar "preocupada" com o impacto que a desaceleração dos mercados emergentes possa ter na economia mundial. Mas acredita que a zona do euro sairá ilesa de uma eventual nova onda de turbulências, desta vez gerada fora do bloco. A declaração é do presidente da Comissão Européia (braço executivo da União Européia), José Manuel Durão Barroso. Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, ele deixa claro que a relação com o Brasil é uma das principais apostas do bloco e espera que um acordo com o MERCOSUL possa finalmente se tornar realidade, após 15 anos de negociações. Fonte: O Estado de S.Paulo</p> <p><font class="textomini">24/02/2014</font><strong> <br /> INÍCIO DA SAFRA JÁ PROVOCA FILAS NO PORTO DE SANTOS <br /> </strong>O plano do governo federal para escoamento da safra de grãos no Porto de Santos falhou no primeiro teste. Como no ano passado, ontem a Rodovia Cônego Domênico Rangoni, antiga Piaçaguera-Guarujá, amanheceu completamente congestionada. O caos também foi observado na entrada da Via Anchieta por causa do grande volume de carretas em direção aos terminais da Alemoa, na entrada de Santos. Segundo o presidente da Codesp, Renato Barco, o problema todo foi decorrente do não agendamento dos caminhões que vieram para os pátios reguladores, instalados em Cubatão. As informações estão na edição de hoje do jornal O Estado de S.Paulo. Fonte: O Estado de S.Paulo</p> <p><font class="textomini">19/02/2014</font><strong> <br /> O COMÉRCIO E OS ALVOS ERRADOS <br /> </strong>De acordo com nota publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo, o governo brasileiro continua atirando na direção errada ao cuidar do comércio externo e do crescimento industrial. O setor privado poderia ajudar a corrigir a mira, mas contribui com freqüência para a escolha de alvos pouco importantes ou equivocados. A ênfase na proteção ilustra a preferência, na administração federal, pelas ações menos eficientes. O Brasil liderou a criação de barreiras comerciais no ano passado, com a abertura de 39 processos antidumping, segundo a Organização Mundial do Comércio (OMC). Esse número correspondeu a 9,58% das novas barreiras implantadas em todo o globo, 100 a mais que no ano anterior. Com ou sem base legal, o governo brasileiro tem sido um dos mais ativos nos entraves a importações e nas medidas especiais de apoio à produção nacional. Também essas medidas têm efeito protecionista, pela diferenciação a favor da empresa doméstica, mas seu efeito em termos de expansão e modernização da economia tem sido, na melhor hipótese, muito limitado. Fonte: O Estado de S.Paulo.</p> <p><font class="textomini">19/02/2014</font><strong> <br /> RECUPERAÇÃO AMERICANA DEVE AFETAR COTAÇÃO DO DÓLAR NO PAÍS <br /> </strong>A economia americana deve se recuperar da crise e registrar números melhores neste ano de 2014. Com isso, o governo dos Estados Unidos pode terminar a retirada dos estímulos econômicos e aumentar os juros. Para o Brasil, especialistas consultados pelo DCI acreditam que as consequências desse processo devem ser uma alta do câmbio, mas não sabem precisar quando isso deve começar a influenciar, nem qual será seu impacto. Segundo o diretor de câmbio do Banco Rendimento, Carlos Eduardo de Andrade Jr, a mudança deve dar algum efeito de alta no preço do dólar. "Se os juros sobem lá, fica mais atrativo e há possibilidade de algum dinheiro que viria para cá acabar indo para lá, agora de que tamanho será isso, não sabemos. Por enquanto ele [FED, banco central americano] só está começando a retirar estímulos, e depois vai subir os juros, isso vai acontecer mais dia ou menos dia", disse o especialista. Ele lembrou que os juros americanos estavam perto de 6% antes da crise econômica, e que agora ficam na casa de 0,5%. "Isso é uma ótima razão para que a população gaste dinheiro, mas acho que nem o FED sabe quando é que esses juros vão voltar ao normal", completou, estimando que o processo de fim dos estímulos seja concluído ainda neste ano. Para o diretor-presidente do Instituto Fractal de Análises de Mercado, Celso Grisi, a possível alta do câmbio pode ajudar o Brasil nas vendas de commodities e de alguns manufaturados, mas alertou para a possibilidade de que ocorra uma alta na inflação. "Se a inflação tivesse que ser combatida só pela alta de juros não conseguiríamos, temos que combater isso pelo lado fiscal, até certo momento dá retomar dá para retomar a política de juros mais alta?, disse. "Quando você importa com dólar mais caro, gasta mais real e terá que passar isso ao consumidor final, tudo agravado pelos produtos agrícolas que devem apresentar preços maiores, precisa trabalhar no lado fiscal, mas politicamente isso é muito desgastante, esse governo não parece conseguir mais ter controle sobre a parte fiscal", completou. O diretor da Méthode Consultoria, Adriano Gomes, também ressaltou que essa melhora da economia americana irá aumentar a cotação do dólar e conseqüentemente o preço do petróleo. "A alta do dólar, portanto, vai bater de forma bastante contundente no índice inflacionário", colocou acrescentando que "o governo não assume suas próprias responsabilidades, quando os Estados Unidos estavam mal, culpou-se a enxurrada de dólares e agora se culpa a retomada". "As coisas tendem a estabilizar, se a economia americana está se estabilizando deveríamos ter um acordo bilateral com os Estados Unidos estamos atrelados a isso, são mercados profundamente competitivos", completou Gomes. Previsões: Os especialistas consultados pelo Banco Central (BC) aumentaram a perspectiva para a taxa de câmbio no final deste ano. Segundo o relatório Focus, publicado ontem, a expectativa é que a moeda americana feche o ano em R$ 2,48. Há uma semana a previsão era de R$ 2,47 e há um mês, de R$ 2,45. Para os meses de fevereiro e março o relatório aponta uma taxa de câmbio de R$ 2,40, e esse número é mantido há duas semanas. Para 2015 a expectativa do mercado é que a moeda americana feche cotada em R$ 2,55. Há uma semana o mercado esperava uma taxa de R$ 2,53 e há um mês, de R$ 2,50. O chamado "Top 5", grupo de especialistas que mais acertam as previsões, estão mais otimistas e apontaram que a taxa deva fechar o ano em R$ 2,45. Para o diretor do Banco Rendimento, essa alta na expectativa de cotação do câmbio já pode ser uma consequência das possíveis mudanças na economia americana. "Se fosse seis meses atrás, estaríamos todos desconsiderando o quer que venha dos Estados Unidos, o humor de todo mundo está mudando, a situação está mudando e certamente não é bom para o Brasil, mas também não é uma catástrofe", disse. "Eu acho que o que está acontecendo hoje é uma questão de desconfiança, as razões para isso são muito mais internas do que externas, no final tudo acaba na questão fiscal, é ano de eleição, tem se gastado muito dinheiro, as decisões do governo não têm sido as mais ortodoxas e isso deixa todo mundo receoso, certamente as pessoas estão olhando a cada dia que passa com mais desconforto", completou. Ontem, o dólar fechou em alta de 0,13%, cotado a R$ 2,38. Para março, a moeda americana recuava 0,15% ante o real às 16h30, a R$ 2,3945. O giro financeiro no mercado à vista era de US$ 665,4 milhões no horário acima, segundo dados da clearing (central) de câmbio da BM&FBovespa. Fonte: Diário do Comércio e Indústria</p> <p><font class="textomini">19/02/2014</font><strong> <br /> CRISE ARGENTINA PODE TIRAR US$ 2 BILHÕES DO SALDO COMERCIAL <br /> </strong>Segundo noticiado pelo O Estado de S.Paulo, a crise cambial na Argentina pode reduzir em cerca de US$ 2 bilhões o saldo da balança comercial brasileira deste ano, afetado principalmente pelas exportações do setor de material de transporte, que incluem automóveis, caminhões e autopeças, apontam projeções preliminares da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). Projeção semelhante é feita pelo departamento econômico do Bradesco. Fonte: O Estado de S.Paulo</p> <p><font class="textomini">12/02/2014</font><strong> <br /> ANVISA VAI FAZER FISCALIZAÇÕES-SURPRESA <br /> </strong>Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que está completando 15 anos, prepara-se para entrar mais pesadamente na fiscalização ainda em 2014. O órgão regulador recebe este mês os aprovados no concurso realizado no ano passado e realizou uma drástica reformulação de sua organização para que eles sejam alocados em atividades na ponta. A Agência está se reestruturando para sair de uma postura mais defensiva, em que a maior parte do seu pessoal está absorvida pelo trabalho de análise de pedidos de registro de produtos, para a posição de ataque. Xerife de mercados de grande importância, como o de medicamentos, a ANVISA vai agir mais fortemente contra as indústrias que não cumprirem as normas de vigilância sanitária. ?A maior parte dos novos servidores serão destinados a áreas que consideramos fundamentais, como a de análise de medicamentos e de fiscalização. Essas equipes estarão formadas até o início do segundo semestre e, no fim do ano, começaremos a realizar atividades de fiscalização e autuação de indústrias?, afirmou o presidente da agência, Dirceu Barbano. A ANVISA possui hoje cerca de 2,3 mil funcionários e receberá, a partir da próxima semana, outros 314 que foram aprovados no concurso. ?Com isso, nossa área de equipamentos médicos vai crescer 110%, a de medicamentos, 60% e a de fiscalização, 40%?, acrescentou Barbano. Órgão busca desburocratizar a análise de registros: Segundo ele, atualmente, a ANVISA realiza inspeções no ato de renovação do pedido de registro de produtos, enquanto no novo modelo que está sendo implementado, o órgão passará a fazer ações inesperadas de fiscalização. ?Hoje, as empresas sabem quando serão inspecionadas pela ANVISA. Até o fim do ano passaremos a anunciar os setores que serão alvos das fiscalizações, mas agindo sem aviso prévio às empresas?, explicou Barbano. Para que seja possível concentrar esforços na fiscalização, a ANVISA vem consolidando mudanças em outras frentes. A primeira delas é a desburocratização da atividade de análise de registros, que levou a um acúmulo de dois mil processos nas mesas dos servidores da instituição, que demoravam até dois anos para serem concluídos. Hoje, a análise de medicamentos leva até um ano e quatro meses e o objetivo é reduzi-la ainda mais. ?Consideramos prazos ótimos, que queremos alcançar no fim do ano, os períodos de quatro a seis meses para registro de produtos novos, de até oito meses para o de medicamentos genéricos e similares e para de oito meses a um ano, no caso de alterações na composição?, projetou o presidente da agência. Para alcançar essa meta, foi criado um sistema que permite o registro de produtos eletronicamente, além de uma série de normas para facilitar a análise dos processos. ?Agora temos uma estrutura mais horizontal, em que os servidores têm mais autonomia para analisar os processos. Com isso, nosso foco deixará de ser o produto, para ser o risco sanitário?, disse Barbano. Outro passo dado na direção de uma linha de fiscalização mais proativa foi o aperfeiçoamento dos canais de comunicação com consumidores, médicos e serviços de saúde. Em 2012, último dado consolidado disponível, a ANVISA recebeu 37.741 notificações sobre eventos adversos, queixas técnicas e casos de intoxicação. Esse número é quase quatro vezes maior do que o registrado cinco anos antes. Comparativamente ao volume de denúncias recebidas, no entanto, é baixo o número de ações realizadas pelo órgão regulador. No mesmo ano, ocorreram 140 atividades de fiscalização e 42 inspeções da ANVISA no Brasil. No exterior, aconteceram outras 374 inspeções. A expectativa, no entanto, é de que esse quadro seja alterado após as mudanças que estão sendo adotadas na agência e que incluem a fixação de critérios mais transparentes de progressão na carreira. ?Agora são realizados processos de seleção pública para os cargos de superintendente e gerente, o que nos dá a oportunidade de crescimento por mérito?, afirmou o novo superintendente de Gestão Interna do órgão regulador, André Vaz Lopes, servidor de carreira da casa que concorreu, no concurso público realizado pela ANVISA, com outros 15 aspirantes à vaga que hoje é dele. Fonte: Brasil Econômico</p> <p><font class="textomini">12/02/2014</font><strong> <br /> BUROCRACIA E TRIBUTAÇÃO PODEM PARALISAR O PAÍS <br /> </strong>A burocracia e o excesso de tributação estão entre os principais entraves para o transporte marítimo brasileiro, juntando-se aos já conhecidos gargalos da infraestrutura. Segundo Waldemar Rocha Júnior, presidente da Fenamar (Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima), os custos dos transportes são em grande parte, resultado dos baixos investimentos aplicados nos portos nos últimos 12 anos, que, agora, o Governo tenta compensar com a Lei 12.815, de junho de 2013, gerando mais polêmicas e ações judiciais do que investimentos, propriamente ditos. Segundo o executivo, o Porto sem Papel é uma tentativa de reduzir os efeitos danosos da burocracia. Ele explica que no Porto de Santos, por exemplo, a liberação das cargas demora, em média, 16 dias, tempo suficiente para um navio viajar de Cingapura ao Brasil. Os acessos rodoviários e ferroviários estão ultrapassados e freqüentemente proporcionam cenas de imensos congestionamentos, que paralisam estradas, cidades, e até regiões inteiras, como ocorre na Baixada Santista, a cada safra de soja ou de açúcar. Para ele, se os portos brasileiros não tiverem uma grande área operacional, com estacionamento para caminhões, infraestrutura de retro área e acessos rápidos por rodovias e ferrovias, as cidades portuárias serão estranguladas, como já vem ocorrendo. Fonte: Guia Marítimo</p> <p><font class="textomini">28/01/2014</font><strong> <br /> SETOR COMEMORA LEI PARA COIBIR ROUBO E RECEPTAÇÃO DE CARGA EM SÃO PAULO <br /> </strong>Dados da Associação Nacional dos Transportadores de Carga & Logística (NTC&Logística) apontam que São Paulo tem o maior registro de roubo de cargas do país. O estado responde por 51% das ocorrências. O levantamento mais recente da instituição sobre o tema também aponta que o total de casos cresceu 18% em apenas cinco anos, chegando ao recorde de um prejuízo de R$ 960 milhões em 2012. Para coibir o crime, foi sancionada a Lei de Combate à Receptação de Carga, que pune com a cassação do registro no cadastro do ICMS empresas que comercializarem cargas roubadas ou furtadas. O setor comemora a nova norma em vigor e tem expectativas positivas para 2014, já que também está em vigor, desde o começo do ano, a Lei dos Desmanches, que quer combater desmanches irregulares de veículos no estado de São Paulo, estabelecendo que empresas que atuam na compra de veículos para desmonte não poderão mais repassar peças para revendedores além de programar um sistema capaz de rastrear a origem dos itens. Conforme o presidente da Federação das Empresas de Transporte de Carga do Estado de São Paulo, Flávio Benatti, o setor, que perde cerca de 1,5 mil veículos de carga por ano somente nesta unidade da federação, as novas leis ajudarão no combate aos delitos. ?Para enfrentar o grave problema do roubo de cargas são necessárias ações de resposta em dois níveis estratégicos: o jurídico e o operacional?, diz Benatti. Ele destaca que, operacionalmente, já existem iniciativas, a exemplo da criação de núcleos de combate a este tipo de ocorrência em todas as delegacias seccionais paulistas. ?Mas é sob a ótica da normatização legal que estamos comemorando as maiores conquistas neste início de ano?, ressalta. Pela norma, a inscrição no cadastro do ICMS das empresas que adquirirem transportarem ou revenderem bens provenientes de ações criminosas será cassada por cinco anos. Além disso, será aplicada multa em duas vezes o valor do produto. Conforme o texto, o valor deverá ser aplicado no combate ao crime. Fonte: Portal CNT</p> <p><font class="textomini">28/01/2014</font><strong> <br /> IMPORTAÇÃO DE CARGAS CRESCE 8% NO GRU AIRPORT <br /> </strong>Maior oferta de vôos e aumento da capacidade motivou expansão em 2013 em Guarulhos. Produtos farmacêuticos e automotivos lideram a lista de itens importados A importação de cargas no GRU Airport ? Aeroporto Internacional de São Paulo registrou um crescimento de 8% em 2013, no comparativo com o mesmo período do ano anterior. O volume importado foi de 141 mil toneladas, ante as 130 mil movimentadas em 2012. O resultado é bastante expressivo, principalmente se for considerado que o volume nacional de carga aérea importada manteve-se estável ao longo desse ano ? aumento de apenas 0,6%, de acordo com dados da Infraero. O desempenho da área de importação deve-se principalmente à entrada de produtos farmacêuticos. Na sequência, estão os segmentos automotivos, maquinários, tecnologia e têxteis. De acordo com o diretor do Terminal de Cargas do GRU Airport, Marcus Santarém, o crescimento da importação em Guarulhos foi motivado pela chegada de novas operações ? somente em 2013, sete companhias aéreas estrearam vôos no aeroporto ? e pelo aumento da capacidade utilizada nos porões das aeronaves. ?Desde que a Concessionária assumiu a gestão do aeroporto, promovemos diversas mudanças e melhorias nos processos internos, o que resultou em maior eficiência operacional. Reforçamos, por exemplo, nossa atuação na área comercial melhorou os nossos processos operacionais e investimos em equipamentos e na estrutura dos armazéns, onde a capacidade das câmaras frigoríficas terá uma expansão de 165% até o fim de janeiro deste ano?, explica Santarém. Considerando todas as operações do Terminal de Cargas (importação, exportação, carga nacional e courier), o volume total movimentado em Guarulhos de janeiro a dezembro foi de 346 mil toneladas, um crescimento de 3,6% em relação ao mesmo período de 2012 Sobre a Concessionária: No dia 6 de fevereiro de 2012, o consórcio formado pelas empresas Invepar (Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A.) e ACSA (Airports Company South Africa) foi anunciado o vencedor do leilão de concessão do Aeroporto Internacional de Guarulhos, o maior do país, com movimento de cerca de 32,8 milhões de passageiros em 2012. Com a assinatura do contrato foi formada a Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos S.A., com 51% das ações pertencentes a Grupar (Grupo Invepar e ACSA) e 49%, à Infraero. Dos 51% da iniciativa privada, a Invepar tem participação de 90% e a ACSA, de 10%. Fonte: Assessoria de Imprensa</p> <p><font class="textomini">28/01/2014</font><strong> <br /> PORTUÁRIOS DE SANTOS FICAM FORA DE PARALISAÇÃO NACIONAL <br /> </strong>Os portuários de Santos não aderiram à paralisação proposta pela Federação Nacional dos Portuários (FNP) para ser realizada nesta sexta-feira. Segundo Edilson de Paula Machado, primeiro-secretário do Sindicato dos Trabalhadores Administrativos em Capatazia, nos Terminais Privativos e Retro portuários e na Administração em Geral dos Serviços Portuários do Estado de São Paulo (Sindaport), a situação dos trabalhadores de Santos é distinta do restante do País. "A situação nossa é diferente de outros portos. Temos algumas questões que já estão resolvidas", afirmou Machado. Segundo ele, reivindicação de um Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS), por exemplo, "já está 100% resolvida para os portuários de Santos". Machado, no entanto, não descartou a participação dos trabalhadores no próximo ato que está sendo organizado pela FNP, previsto para acontecer na próxima quinta-feira (30). "Temos assembléia programada para o dia 27, aí a categoria vai decidir se vai aderir a essa paralisação do dia 30", explicou. De acordo com o sindicalista, uma das questões que os portuários de Santos ainda precisam resolver é a regulamentação das atividades da Guarda Portuária. "Esse tema nos interessa", disse Machado. O Sindaport representa cerca de 1.500 trabalhadores da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), que é a administradora do Porto de Santos. No Porto do Mucuripe e no Porto do Pecém a paralisação segue a determinação nacional de greve de advertência hoje de seis horas. Começou às 7 horas e vai ate às 13 horas. Os portuários param todas as atividades de carga e descarga do Mucuripe e do Pecém. São mais de cinco mil trabalhadores na manifestação. O protesto é pacífico, mas gera engarrafamento de caminhões contêineres nos dois portos. O presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Exploração de Serviços Portuários do Estado do Ceará, Anderson Aragão, comanda a manifestação portando faixas cobrando Plano de Cargos, Carreira e Salários e uma solução para a previdência complementar da categoria, a Portus, além da regulamentação da Guarda Portuária. Os grevistas da advertência de hoje ameaçam greve de 24 horas a partir da 7 horas da manhã da próxima quinta-feira, 30. Fonte: Agência Estado</p> <p><font class="textomini">23/01/2014</font><strong> <br /> EM BUSCA DE SEUS DIREITOS, PORTUÁRIOS VÃO PARA O PORTO <br /> </strong>Os trabalhadores portuários representados pelos sindicatos filiados à Federação Nacional dos Portuários ? FNP estão em estado de greve. Na próxima sexta-feira, dia 24 de janeiro e no dia 30 deste mês eles irão paralisar suas atividades em todo o País. Os profissionais reivindicam a implantação do Plano de Cargos Carreira e Salários ? PCCS, uma solução para o Portus ? previdência complementar da categoria ? e a regulamentação das atividades da Guarda Portuária, sem terceirização. Segundo o presidente da FNP, Eduardo Leiro Guterra, a decisão de realizar a mobilização foi tomada durante uma reunião com a participação de boa parte dos associados da Federação. ?No final do ano passado nós fizemos uma reunião de planejamento apontando alguns pontos relevantes aos trabalhadores. Entre os vários quesitos levantados, nós priorizamos as três pautas reivindicadas?, diz Guterra. O presidente aponta que, a partir de então, foram realizados encontros com os órgãos do Governo, responsáveis por essas questões, mas que de nada adiantou. Ele explica que como vai acontecer a mobilização. ?Na sexta-feira vamos fazer uma paralisação (dos trabalhadores) de seis horas, das 7h às 13h. Na próxima semana será de 24 horas?. E acrescenta: ?Na primeira semana de fevereiro nós vamos chamar os sindicatos de novo para avaliar os rumos do movimento e ver o que será feito?. Portuários na região de Santos. A Tribuna entrou em contato com os presidentes dos sindicatos dos Operários Portuários ? Sintraport e dos Empregados na Administração Portuária ? Sindaport. Que participaram da reunião, mas até o final desta edição não houve resposta. Apesar de o Sindicato dos Operadores de Guindastes e Empilhadeiras ? Sindogeesp, também ser filiado à FNP, ele não teve representatividade no encontro. O presidente da Classe, Guilherme do Amaral Távora, comenta que não viajou para Brasília, pois a sua categoria é constituída por avulsos e não luta por essas causas. No entanto, ele não descarta colaborar com a ação. ?Com certeza, no que estiver dentro das nossas possibilidades, qualquer movimento que venha a acontecer terá o apoio do Sindogeesp. Vamos ajudar para que os trabalhadores tenham êxito?. Fonte: A Tribuna</p> <p><font class="textomini">20/01/2014</font><strong> <br /> BRASIL DEIXA DE EXPORTAR FLORES E PASSA A IMPORTAR <br /> </strong>A exportação brasileira de flores é quase nula e não se vislumbra nenhum futuro promissor, disse o presidente do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), Kees Schoenmaker. Ele informou que as poucas estatísticas que aparecem não se referem a flores cortadas, nem a plantas, a mudas ou bulbos. "Em vez de exportar, hoje em dia nós estamos importando da Colômbia e do Equador". Rosas estão entre as principais flores importadas. Segundo Schoenmaker, o Brasil nunca teve destaque no campo da floricultura no mercado exterior. "A gente era conhecida. E com a piora do câmbio, a atividade parou". Em outro sentido houve melhoria no mercado interno. "Por que, então, exportar?", indagou. Ele explicou que o clima no Brasil não é favorável à produção de flores como no Equador e na Colômbia, "que têm altitudes maiores do que a gente. Produzem acima de 2,5 mil metros. A gente para com 1,4 mil metros". Schoenmaker informou que quanto mais alto e mais frio, mais propício é o clima para a produção de flores de alta qualidade. O presidente da Ibraflor disse que o consumo está evoluindo de forma positiva. "Porque está se encontrando flores e plantas em todos os lugares, hoje em dia. Praticamente, todos os supermercados têm". A qualidade do produtor final melhorou, bem como a durabilidade das flores, que "é muito maior do que há cinco ou dez anos". Segundo ele, isso faz com que aumente a satisfação do consumidor e o leva a repetir a compra. O consumo per capita no Brasil é R$ 26,00 por habitante/ano, o que ele considera que "não é bom, mas não é ruim". Em 2012, o consumo por habitante/ano era R$ 23,02. Em comparação a outros países, principalmente da Europa, o consumo brasileiro é pequeno. "Na Europa, é até sete vezes maiores?. No Brasil, o maior consumo per capita em 2013 foi registrado no Distrito Federal (R$ 43,72), seguido de São Paulo (R$ 43,63), do Rio Grande do Sul (R$ 36,99), Rio de Janeiro (R$ 35,48) e de Santa Catarina (R$ 31,46). Fonte: Agência Brasil.</p> <p><font class="textomini">20/01/2014</font><strong> <br /> DECRETO ALTERA NORMA EM ATIVIDADES ADUANEIRAS <br /> </strong>A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda em exercício, Dyogo Oliveira, assinaram decreto que altera a regulamentação da administração das atividades aduaneiras, e a fiscalização, o controle e a tributação das operações de comércio exterior, prevista no Decreto 6759/2009. Entre as mudanças, o novo texto estabelece que o regime de admissão temporária para utilização econômica terá vigência máxima de cem meses, conforme noticiado pela Agência Estado. Fonte: ESTADÃO.COM.BR</p> <p><font class="textomini">16/01/2014</font><strong> <br /> LAGARDE PREVÊ CRESCIMENTO GLOBAL MAIOR, MAS ALERTA PARA RISCOS <br /> </strong>"O otimismo está no ar", afirmou a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde nesta quarta-feira em Washington durante seu primeiro pronunciamento de 2014 sobre a economia mundial. Na semana que vem, o FMI divulga suas projeções econômicas para diversos países, incluindo o Brasil, por isso Lagarde frisou que não falaria hoje de números, mas de tendências. A expectativa é que 2014 seja um ano de maior força para a economia global, puxado, sobretudo pelos países desenvolvidos, mas com os países ainda crescendo abaixo do potencial, estimado em 4%, conforme noticiado pela Reuters. Fonte: ESTADÃO.COM.BR</p> <p><font class="textomini">16/01/2014</font><strong> <br /> EMIRADOS IMPORTAM MAIS CALÇADOS DO BRASIL <br /> </strong>Os Emirados Árabes Unidos aumentaram suas compras de calçados brasileiros no ano passado. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Calçados (Abicalçados), as compras cresceram 12% em receita e 13,4% em volume sobre o ano anterior, para US$ 16,7 milhões e 1,2 milhões de pares, respectivamente. O país árabe foi 17º país que mais adquiriu sapatos do Brasil em 2013 e é o primeiro entre os árabes neste ranking. O aumento das compras dos Emirados fez o país ganhar participação como destino das exportações brasileiras de calçados. O país do Oriente Médio passou a responder por 1,5% da receita que o Brasil obtém com estas vendas e por 1,1% do volume embarcado. Em 2012 os Emirados respondiam por 1,4% do faturamento e por 1% dos embarques. O preço médio do calçado comprado pela nação árabe, porém, caíram 1,3%, de US$ 13,07 para US$ 12,91. Além dos Emirados, o outro país árabe que integra a lista dos 20 principais importadores de calçados do Brasil é a Arábia Saudita. Os sauditas, porém, diminuíram suas compras. Eles são o 19º mercado do sapato nacional no exterior, mas fizeram importações 23% menores em receita e 7,8% menor em volume. Gastaram US$ 15,4 milhões para comprar 1,6 milhões de pares. O preço médio do calçado adquirido recuou bastante, 16,5% para US$ 9,26. Os Emirados estiveram entre os 12 mercados que aumentaram as compras do produto brasileiro entre os 20 maiores importadores. Já os sauditas integram o grupo de oito países que diminuiu as compras. Entre estes últimos estão, inclusive, os Estados Unidos, Argentina e França, os três maiores mercados para o sapato da indústria nacional no exterior. Entre os que compraram mais estão Paraguai, Angola, Colômbia, Chile, Peru, Rússia e Austrália. No geral, o setor teve apenas um pequeno aumento nas exportações em 2013. O crescimento foi de 0,2% na receita obtida com o mercado internacional sobre 2012. O Brasil conseguiu com estas vendas US$ 1,095 bilhão contra US$ 1,092 bilhão do ano anterior. A quantidade de pares exportados, porém, cresceu bastante. Houve avanço de 8,5% e o País enviou a importadores um total de 122,9 milhões de pares. Mas o preço médio de venda foi 7,6% menor do que em 2012. Ficou em US$ 8,91 contra os US$ 9,65 anteriores. Fonte: Agência Anba</p> <p><font class="textomini">16/01/2014</font><strong> <br /> MINISTRO DOS PORTOS DISCUTE PLANO DE ESCOAMENTO DA SAFRA EM SANTOS <br /> </strong>O novo ministro dos Portos, Antônio Henrique Silveira, vem a Santos nesta quinta-feira para discutir o plano de escoamento da safra de grãos, cujo pico ocorre em cerca de dois meses. A ideia é evitar novos congestionamentos, conforme verificado no início do ano passado, quando a fila de caminhões no Sistema Anchieta - Imigrantes (SAI) superou dez quilômetros. A previsão é de que o chefe da pasta federal chegue ao início da tarde. Dessa vez, não haverá visita a obras. A programação inclui reunião com os prefeitos de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, e Guarujá, Maria Antonieta de Brito. Os municípios abrigam as margens direitas e esquerdas do complexo santista, respectivamente. Por isso, são os mais afetados pelo excesso de caminhões que descem a Serra para o embarque e desembarque de mercadorias. Em seguida, Silveira vai se encontrar com representantes de terminais de grãos. Segundo a assessoria da Codesp, as discussões têm como base a portaria 136/2013 da Companhia Docas, que estipula um plano para escoar os grãos, evitando transtornos. O ponto principal do texto é o sistema de agendamento de caminhões. O documento exige que todos os caminhões de carga agrícola com destino ao Porto tenham agendamento e passem pelos pátios de apoio, que atualmente são dois, o Ecopatio e o Rodopark. A Codesp também vai definir cotas de recepção de caminhões para cada terminal de acordo com sua capacidade operacional. A partir de 1º de fevereiro, aqueles que descumprirem as normas, previstas na resolução, deverão sofrer sanção pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) quando houver danos ao trânsito na região. A definição das penalidades, no entanto, ainda depende da aprovação de uma norma que está sob consulta pública. Essa é a segunda vez que o novo ministro vem a Santos desde que assumiu o cargo em outubro último. Ex-secretário de Assuntos Econômicos do Ministério da Fazenda, ele substituiu Leônidas Cristino, que deixou a SEP depois que o PSB abandonou a base do governo no Congresso. Fonte: A Tribuna</p> <p><font class="textomini">14/01/2014</font><strong> <br /> MÚLTIS NACIONAIS NÃO TÊM MARCA FORTE <br /> </strong>O País é a sétima maior economia global, mas apenas oito multinacionais verde-amarelas estão na Global Fortune 500, classificação das 500 maiores corporações globais em receita, publicada pela revista Fortune. Nenhuma marca nacional está representada entre as mais valiosas do mundo. A internacionalização é considerada um caminho sem volta para muitos grupos nacionais. Mas um estudo da Accenture, consultoria de gestão e negócios, obtido com exclusividade pelo Estado, mostra que as companhias nacionais são menos agressivas do que outros integrantes do Brics, que incluem Rússia, Índia, China e África do Sul, em relação à expansão além das fronteiras nacionais. Casos como o do JBS, AB InBev, Gerdau, Embraer e Vale são bem-sucedidos, mas o avanço de empresas brasileiras no cenário global está limitado a um número relativamente pequeno de companhias e setores, como mineração e agronegócios, por exemplo. Como comercializam commodities, marca não é o forte do negócio. As informações estão na edição de hoje do jornal O Estado de S.Paulo. Fonte: O Estado de S.Paulo</p> <p><font class="textomini">14/01/2014</font><strong> <br /> MANTEGA DIZ QUE IOF NÃO AUMENTARÁ PARA A COMPRA DE MOEDA ESTRANGEIRA EM ESPÉCIE <br /> </strong>O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje (3) que não haverá aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para a compra de moeda estrangeira em espécie. No final do ano passado, o governo anunciou o aumento do IOF para viajantes que sacam moeda estrangeira ou usam cartões de débito no exterior. O imposto também subiu para as compras de cheques de viagem - traveller checks - e para o carregamento de cartões pré-pagos feitos fora do país. A alíquota do IOF passou de 0,38% para 6,38%, nesses casos. Para a compra de moeda estrangeira, permaneceu a alíquota de 0,38%. Segundo o ministro, a medida foi adotada porque os gastos de brasileiros no exterior estão muito altos. Mantega disse que o tributo é "regulatório", com o objetivo de evitar "exageros". "Não tem nenhuma procedência acharmos que vamos estender o IOF para operações de câmbio", garantiu. Sobre a desvalorização do real frente ao dólar, no início de 2014, Mantega disse que "está em linha com outras moedas". Segundo o ministro, isso aconteceu no Brasil e em outros países devido à valorização dos títulos do Tesouro norte-americano - Treasuries. Ele acrescentou que o dólar flutua e já recuou do patamar de R$ 2,40 no Brasil. Mantega disse, ainda, que o mercado de câmbio brasileiro é "mais líquido [recursos disponíveis] e sofisticado" do que de outros países. Fonte: Agência Brasil</p> <p><font class="textomini">14/01/2014</font><strong> <br /> AUTORIDADE CHINESA PEDE ESTUDO SOBRE NOVA TAXA CAMBIAL <br /> </strong>O chefe da Administração Estatal de Câmbio da China, Yi Gang, sugeriu que o país poderá introduzir um imposto sobre as operações de câmbio, entre outras medidas, para se proteger contra os fluxos de capital especulativo, em meio a uma maior liberalização econômica, conforme noticiado pela Dow Jones. Fonte: ESTADÃO.COM.BR</p> <p><font class="textomini">14/01/2014</font><strong> <br /> PRODUTORES DE FRUTAS BUSCAM MERCADO NO EXTERIOR <br /> </strong>Um grupo com 12 empresas vai buscar mais mercado internacional para as frutas brasileiras em fevereiro. Elas participam da Fruit Logística, uma das maiores feiras para frutas in natura do mundo, que ocorre em Berlim, na Alemanha, de 05 a 07 de fevereiro deste ano. A mostra costuma receber importadores do mundo todo, inclusive do mercado árabe. De acordo com Paulo Filho, gerente de projetos do Brazilian Fruit projeta de incentivo às exportações do setor, os importadores árabes participam da Fruit Logística pela importância da feira. "A feira á um ponto de encontro entre a oferta e a procura, uma das maiores feiras do mundo", afirma Paulo, ressaltando que ela atrairia importadores onde quer que fosse e que é um espaço importante para se conhecer as novidades do segmento, como está à concorrência em cada produto, o que está acontecendo no mercado, etc. Na edição do ano passado, a participação brasileira rendeu contatos com 512 compradores da Europa, Ásia, Oriente Média e América Latina, que resultaram em negócios de US$ 23 milhões e perspectivasde mais US$ 102 milhões em pedidos futuros. O projeto Brazilian Fruit é levado adiante pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e pelo Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf). Em 2014 participam da mostra em Berlim as empresas Agrícola Famosa, Caliman, Cutrale, Fermac, Itacitrus, Jaguacy Brasil, Rigesa, Salute, UGBP, GBI, HLB e Grupo JB. O mercado europeu representa 70% dos clientes das empresas integrantes do Brazilian Fruit, segundo Paulo. "Não há como ficar de fora", diz o gerente. A mostra é voltada principalmente para frutas in natura e o Brasil levará produtos como limão, laranja, abacaxi, abacate e mamão. No Oriente Médio, segundo Filho, entre as frutas que são mais vendidas estão o limão e o açaí. Mas a região também demanda produtos como água de coco, suco de laranja, mamão papaia e melancia. "Há uma participação forte do Oriente Médio, mas pela questão geográfica, a maior participação é européia", afirma o executivo. Outras regiões, no entanto, como as Américas do Norte e Latina, costumam estar representadas. "Há uma participação cada vez maior do Leste Europeu", conta o gerente do Brazilian Fruit. A Fruit Logística espera receber 58 mil visitantes de mais de 130 países. Ela terá 2.500 empresas expositoras de cerca de 80 países. Além de exposição e negócios, a mostra promove prêmios e espaços para discussão de questões mundiais do segmento. Fonte: Agência Anba</p> <p><font class="textomini">20/12/2013</font><strong> <br /> CHINA: A GRANDE VITORIOSA DA OMC <br /> </strong>O principal tema acordado na reunião da Organização Mundial do Comércio (OMC) em Bali foi a chamada </p> <p><font class="textomini">20/12/2013</font><strong> <br /> AGRONEGÓCIO DE SP TEM SUPERÁVIT DE US$ 13 BI <br /> </strong>A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Projeto de Lei 3135/12, que eleva de 3 mil (cerca de R$ 6.200) para 10 mil dólares americanos (cerca de R$ 22 mil) o limite máximo para a importação com despacho aduaneiro simplificado, no qual são examinados os documentos e a própria mercadoria importada. A proposta modifica o Decreto-Lei 2.472/88, que trata do imposto de importação e dos serviços de aduana e define apenas que </p> <p><font class="textomini">20/12/2013</font><strong> <br /> RELAÇÃO COM ESTADOS UNIDOS DEVERÁ SER MELHOR EM 2014 <br /> </strong>Há certo otimismo por parte da Câmara Americana de Comércio (Amcham) sobre a relação comercial e de investimentos do Brasil com os Estados Unidos em 2014. Em entrevista ao jornal DCI o presidente da instituição, Gabriel Rico, disse que a tendência é, no mínimo, de uma manutenção do cenário deste ano. Até novembro, a corrente de comércio entre os dois países estava em US$ 55,6 bilhões. O Brasil acumula um déficit de US$ 10 bilhões no período. </p> <p><font class="textomini">20/12/2013</font><strong> <br /> RECEITA LANÇA APLICATIVO PARA IMPORTADOR ACOMPANHAR LIBERAÇÃO DE CARGA <br /> </strong>Os importadores poderão acompanhar, pelos celulares e tablets, o andamento dos processos de liberação de cargas. A Receita Federal lançará aplicativo que permite o monitoramento das importações em tempo real, sem a necessidade de habilitação em sistemas ou a utilização de certificado digital (ferramenta de assinatura eletrônica). O aplicativo estará disponível a partir de amanhã (20) nos dispositivos móveis do sistema Andróide. Nos próximos cinco a dez dias, a versão para o sistema iOS será liberada. Isso porque a Receita ainda espera a validação do aplicativo pela Apple. Na maior parte das vezes, a ferramenta beneficiará empresas importadoras, mas eventualmente pessoas físicas que façam importações diretas também poderão acompanhar os processos. A Receita Federal, no entanto, esclarece que o aplicativo não vale para os consumidores que fazem compras no exterior pela internet. De acordo com o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, o aplicativo trará mais agilidade, segurança e transparência nos processos de importação. </p> <p><font class="textomini">20/12/2013</font><strong> <br /> Camex vai realizar consultas públicas para retaliação em propriedade intelectual do contencioso do algodão <br /> </strong>Brasília (18 de dezembro)- A Camex decidiu reiniciar, a partir de janeiro, o processo de consultas públicas sobre retaliação em propriedade intelectual contra os Estados Unidos, no âmbito do contencioso do algodão. As consultas são ato preparatório para eventual retaliação. A decisão foi tomada hoje na reunião do Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior, presidida pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). As consultas públicas serão realizadas a partir de 02/01/2014 e as partes interessadas poderão se pronunciar até 31/01/2014. A Camex também determinou a continuidade dos trabalhos do grupo técnico criado para identificar, avaliar e formular propostas de implementação das contramedidas autorizadas (GT-Retaliação) até 28 de fevereiro de 2014, com o objetivo de viabilizar a decisão sobre a adoção das medidas de retaliação de bens. Em 2010, às vésperas do início da retaliação pelo Brasil, os Estados Unidos propuseram um acordo provisório por meio do Memorando de Entendimento e Acordo Quadro Brasil-EUA. O acordo suspendeu a aplicação da retaliação e fez com que o governo norte americano realizasse pagamentos anuais de US$ 147,3 milhões, em parcelas mensais, ao Instituto Brasileiro do Algodão (IBA). Os recursos eram direcionados para financiamento de atividades de cooperação e assistência técnica para os cotonicultores brasileiros, até que fosse aprovada uma nova legislação agrícola (Farm Bill) nos Estados Unidos, dando cumprimento à decisão da Organização Mundial do Comércio (OMC). Passados mais de três anos, não houve a aprovação de nova lei agrícola, e a legislação atual expirou no último dia 30 de setembro. Além disso, a partir de setembro, os EUA descumpriram o compromisso de pagamentos ao IBA. O contencioso do algodão foi resultado de quase oito anos de litígio e de mais de quatro anos de descumprimento pelos EUA das decisões do órgão de Solução de Controvérsias da OMC. O valor da retaliação autorizado ao Brasil e determinado pelos árbitros da OMC foi o segundo maior da história e decorreu do descumprimento, pelos EUA, das determinações dos painéis e do órgão de apelação da OMC, que por quatro vezes confirmaram a incompatibilidade dos subsídios norte-americanos para seus produtores e exportadores de algodão com as regras multilaterais de comércio. Imprensa: Assessoria de Comunicação Social do MDIC (61) 2027-7117 e 2027-7198 Mara Schuster mara.schuster@mdic.gov.br</p> <p><font class="textomini">17/12/2013</font><strong> <br /> FINANÇA APROVA ELEVAÇÃO DO VALOR PARA DESPACHO ADUANEIRO SIMPLIFICADO <br /> </strong>A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Projeto de Lei 3135/12, que eleva de 3 mil (cerca de R$ 6.200) para 10 mil dólares americanos (cerca de R$ 22 mil) o limite máximo para a importação com despacho aduaneiro simplificado, no qual são examinados os documentos e a própria mercadoria importada. A proposta modifica o Decreto-Lei 2.472/88, que trata do imposto de importação e dos serviços de aduana e define apenas que "o regulamento poderá estabelecer procedimentos para simplificação do despacho aduaneiro". O despacho aduaneiro simplificado é regulamentado pela Instrução Normativa 611/06, da Secretaria da Receita Federal, e fixa em 3 mil dólares o valor em que pode ser utilizada a declaração simplificada para a importação de bens por pessoas jurídicas e também por pessoas físicas - neste caso, "em quantidade e frequência que não caracterize destinação comercial". O projeto traz o novo limite proposto, 10 mil dólares, para o texto da lei. O relator na Comissão de Finanças e Tributação, deputado João Magalhães (PMDB-MG), considerou que o projeto "não repercute sobre o orçamento da União, motivo pelo qual não há porque se falar em adequação financeira ou orçamentária". Na análise do mérito, o relator pediu a aprovação da proposta, que "contribui para a simplificação do despacho aduaneiro de mercadorias de pequeno valor sem oferecer riscos para a economia nacional". Tramitação: O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. (Fonte: Agência da Câmara)</p> <p><font class="textomini">17/12/2013</font><strong> <br /> A ALIANÇA DO PACÍFICO E SEU IMPACTO NO BRASIL <br /> </strong>A nova Aliança do Pacífico acorda entre Colômbia, Peru, Chile e México, surge em um momento decisório importante para o Itamaraty. O mundo avança em acordos bilaterais, enquanto a Rodada de Doha permanece paralisada e a OMC continua com os diálogos de suas comissões e resolvendo casos em seu tribunal de disputas comerciais. O MERCOSUL anda lentamente, tentando resolver os diversos problemas que atrapalham o comércio interno, especialmente entre o Brasil e a Argentina. A Aliança, por outro lado, avança rapidamente em suas negociações e tem chamado muita atenção. No entanto, o impulso para as negociações comerciais do Brasil e do MERCOSUL não deve vir da Aliança do Pacífico, pois, em termos de comércio, se trata somente de uma nova roupagem para uma situação já existente. O interessante da Aliança do Pacífico são os outros temas negociados pelos quatro países latinos. Apesar de o comércio intra-regional entre os países ter grande potencial para crescer, já que atualmente representa somente 6% de todo seu comércio, o corte tarifário será residual, pois todos os quatro já possuem acordos bilaterais de comércio entre si (por parte da Associação Latino-Americana de Integração - Aladi). Trata-se somente, como o ex-ministro Antonio Patriota disse de um "êxito de marketing". Por outro lado, regras de compras governamentais, movimentação de profissionais, parcerias em educação, serviços, investimentos e facilitação do comércio estão sendo negociados com admirável velocidade. O CEO Summit, organizado pela Aliança em 25 de setembro em Nova Iorque, reuniu os quatro presidentes latinos e empresários de muitas empresas norte-americanas, dando início a vários novos projetos de investimentos nos quatro países latinos. Enquanto o Itamaraty acerta ao dizer que o MERCOSUL é uma instituição maior, com objetivos de integração profunda, o ministério erra ao descartar o que está ocorrendo na Aliança do Pacífico por essa mesma razão. Os temas não comerciais são justamente aqueles que têm maior potencial para trazer ganhos econômicos para o Brasil e o MERCOSUL no médio e longo prazo. O mundo todo já está percebendo que duas áreas terão maior impacto nas economias: os novos assuntos das negociações comerciais (como regras de investimentos, propriedade intelectual e serviços) e a integração às cadeias globais de valor. Os novos acordos comerciais visam justamente a tratar dessas duas áreas, como é o caso do Trans-Pacific-Partnership (TPP) ou o novo acordo União Europeia-Estados Unidos (TIPP). A alternativa para o MERCOSUL de não participar dessa nova tendência não parece promissora. O aumento no comércio intra-regional está se nivelando e chegando ao seu pico, tendo aumentado bastante desde a criação do MERCOSUL. A Argentina continua criando barreiras comerciais aleatoriamente e seu governo não mostra nenhum sinal de mudança. O Paraguai e o Uruguai continuam insatisfeitos e reclamam que não são ouvidos nas negociações. Os outros aspectos do acordo, como o tribunal regional de comércio, a livre movimentação de pessoas, cooperação em educação e acordo em serviços, não têm tido grande sucesso e suas negociações se arrastam vagarosamente. A integração física, isto é, de logística, é complexa devido à dimensão do Brasil: a integração melhorou entre o Sul do Brasil e os outros países do MERCOSUL, mas a logística até o Sudeste continua complicada; a integração terrestre com a Venezuela enfrenta diversos problemas e não deve receber investimentos. Assim, sem uma mudança radical na estrutura e ambição do MERCOSUL, os objetivos e benefícios da união aduaneira ficarão esgotados em breve. Diante desse contexto, cabe ao Itamaraty avaliar com cuidado como deseja beneficiar a economia brasileira em termos de relações econômicas internacionais. Uma integração na cadeia global de valor para setores-chaves da economia parece mais promissora do que a atual estagnada política comercial brasileira. O setor privado já está mostrando interesse em participar das negociações internacionais, como tem sido recentemente com as negociações UE-Mercosul. Boa parte da indústria brasileira sabe da importância e dos benefícios de se integrar às cadeias globais de produção e já está pleiteando essa postura ao governo. Parece-me que chegou o momento de o Itamaraty enxergar a realidade econômica internacional, dialogar com o setor privado e começar a negociar acordos comerciais. Autor(a): SAULO PIO LEMOS NOGUEIRA Consultor de Relações Governamentais e Comércio Internacional</p> <p><font class="textomini">12/12/2013</font><strong> <br /> PROJETO NOTIFY <br /> </strong>Durante o III Encontro Global de Biovigilância da Organização Mundial de Saúde (OMS), em Brasília, foi lançado nesta segunda-feira (09) o Projeto NOTIFY, também conhecido como Notify Library. O evento foi organizado pela ANVISA e começou no dia 7, sábado. O Projeto NOTIFY é um banco de dados que reúne casos emblemáticos de eventos adversos na área de sangue, tecidos, células e órgãos. ?A base de dados tem casos documentados e disponíveis para pesquisa que são úteis ao trabalho da vigilância sanitária e para àqueles que atuam no setor?, explicou Luc Nöel, assessor especial do Programa de Segurança do Paciente da OMS na área de vigilância e monitoramento do uso de produtos de origem humana. De acordo com Nöel, a escolha do Brasil para a realização do evento levou em conta a experiência do país e a estrutura organizacional da Anvisa. ?O Brasil tem muito a mostrar sobre biovigilância e a escolha pelo país tem o objetivo de provocar um impacto positivo nas Américas?. Deidree Fehily, coordenadora do Centro Nacional de Transplante da Itália, entidade colaboradora da OMS, destacou ser ?obrigação dos países com maior nível de desenvolvimento apoiar os demais e que a troca de experiências em meio a heterogeneidade de informações colabora para a construção do conhecimento?. A biblioteca virtual pode ser utilizada por qualquer pessoa no endereço www.notifylibrary.org o acesso é livre. Já a publicação dos relatos sobre os casos adversos é feita após seleção feita por um comitê editorial e ficam disponíveis para consulta. A biblioteca não publica casos sob investigação, somente os casos concluídos. Cerca de 90 países já utilizaram o banco de dados da Notify Library e outros 80 publicaram relatos. No próximo ano, o espanhol José Nuñez assumirá a coordenação da assessoria especial do Programa de Segurança do Paciente da OMS. Imprensa/ ANVISA</p> <p><font class="textomini">12/12/2013</font><strong> <br /> ANVISA suspende produtos e empresas <br /> </strong>A ANVISA determinou, nesta segunda-feira (9/12), a suspensão da distribuição, comércio e uso, em todo o país, do lote 438570 do medicamento Claritromicina 250mg/5ml (grânulos para suspensão oral), fabricado pela empresa Ems S/A em 03/12 e com validade até 03/14. O lote em questão apresentou resultados insatisfatórios quanto ao ensaio de teor de claritromicina. Foi suspensa a importação, comercialização, distribuição e uso, bem como a proibição da divulgação, do produto Rowatinex, fabricado por Rowa Pharmaceuticals. Foi determinada, como medida de interesse sanitário, a apreensão e inutilização de todos os lotes do produto Rowatinex. A medida é em virtude de o produto estar sendo comercializado sem possuir registro nesta Agência. Também foi determinada a suspensão da importação, distribuição, comercialização e implante de nove produtos importados pela empresa Com. Imp de Prod. Med. Hosp. Prosintese Ltda. Os produtos citados não possuem registro na Anvisa. Confira o nome comercial dos produtos na tabela abaixo: Recolhimento voluntário: A ANVISA dá publicidade ao recolhimento voluntário do lote 16FH0083 do medicamento Dipeptiven 200mg/ml, solução injetável, da empresa Fresenius Kabi Brasil Ltda. Foram encontradas partículas em 2 frascos do produto referente ao lote citado. As determinações desta nota foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (9).Imprensa/Anvisa</p> <p><font class="textomini">05/12/2013</font><strong> <br /> CNI DEFENDE ACORDO DE FACILITAÇÃO DE COMÉRCIO NA OMC, EM BALI <br /> </strong>A Confederação Nacional da Indústria (CNI) entende que a conclusão do acordo de facilitação de comércio, na Reunião Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Bali, na Indonésia, entre 3 e 6 de dezembro, trará benefícios significativos para a indústria, mesmo com a expectativa de acordos limitados em assuntos como agricultura e apoio aos países mais pobres. Dados compilados pela CNI apontam que o potencial de redução dos custos de transação comercial chega a 14% para manufaturados e 10% na média geral. Os custos de transação incluem taxas e encargos para desembaraço e transporte e burocracia. Pesquisa da CNI com 700 empresas multinacionais mostra que a burocracia alfandegária só perde para o câmbio entre os problemas que atrapalham as exportações. No entanto, é necessário que esse acordo estabeleça novos parâmetros para o funcionamento mais eficiente das aduanas e seja "legalmente vinculante". Além de acelerar o processo, que a indústria e o governo brasileiro já vêm conduzindo para a modernização do comércio exterior, permitirá a eliminação de importantes barreiras burocráticas existentes nos mercados de exportação do Brasil. Esse é um dos pontos de divergência entre os membros da OMC. Um grupo de países defende que o novo acordo seja legalmente vinculante. Outro segmento quer que ele tenha apenas o caráter de uma recomendação, o que, para a indústria, equivaleria a uma mera carta de intenções sem o poder suficiente para forçar mudanças concretas. O acordo está, contudo, ameaçado pela posição da Índia, que quer manter os subsídios para os pequenos produtos em forma de estoques públicos por tempo indeterminado. O pedido pode ser legítimo, mas o Brasil não pode concordar com esse tipo de "cheque em branco" para os indianos, pois o mercado asiático é bastante atrativo e importante para a agroindústria. Fonte: Confederação Nacional da Indústria</p> <p><font class="textomini">29/11/2013</font><strong> <br /> 'O GALEÃO PODE SE TORNAR OUTRO HUB INTERNACIONAL' <br /> </strong>Uma semana após o lance bilionário que despertou euforia do mercado, o grupo Changi Airports, parceiro da Odebrecht na operação do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio, começa a dar pistas da estratégia que adotará para tornar viável a exploração do terminal arrematado por R$ 19 bilhões na sexta-feira, dia 22. De acordo com o vice-presidente executivo do grupo, See Ngee Muoy, em entrevista exclusiva ao jornal O Estado de S.Paulo, o terminal tem grande potencial de crescimento e pode se tornar um hub, com foco nos países asiáticos cuja demanda deve crescer junto com os grandes eventos que serão realizados no Rio de Janeiro. Fonte: O Estado de S.Paulo</p> <p><font class="textomini">29/11/2013</font><strong> <br /> CDTN COMEMORA O DESENVOLVIMENTO DE MAIS UM RADIOFÁRMACO: A FLUORCOLINA <br /> </strong>A Fluorcolina (18F), radiofármaco desenvolvido pela Unidade de Pesquisa de Produção de Radiofármaco (UPPR) do Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN), unidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) em Belo Horizonte, foi usada com sucesso, no fim de setembro, em pacientes submetidos a exames pelo Centro de Imagem Molecular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O feito, inédito no País, é resultado de um trabalho iniciado há dois anos e representa uma nova e grande esperança para a medicina e para pacientes com câncer, principalmente, o de próstata. Seu uso permite diagnósticos precoces e mais precisos possibilitando tratamentos mais eficazes visando a cura da doença. Essa substância, que tem atividade radioativa por até 6 horas, é injetada no corpo do paciente para permitir que seja feito o estudo de contraste, em um Tomógrafo de Emissão de Pósitrons (PET-scan). Com foco na região da próstata, o exame identifica, nos mínimos detalhes, qualquer indício de câncer e o estágio preciso da doença. Com isso é possível analisar a necessidade de intervenção, de sua retirada e a extensão necessária do tratamento, aumentando significativamente a expectativa de vida destes pacientes. O pesquisador do CDTN que acompanhou os exames, Carlos Malamut, disse que a Fluorcolina foi captada pelo organismo conforme descrito nas pesquisas e que as imagens geradas foram de excelente qualidade. Para Malamut este é um marco histórico para o CDTN, que passa de um patamar de produtor exclusivo de FDG para desenvolvedor de radiofármacos. O desenvolvimento do 18F ?tipifica exatamente o que é chamado de pesquisa translacional: começamos no laboratório e terminamos no paciente?, explica o pesquisador. A previsão é que o novo radiofármaco esteja disponível no mercado nos próximos quatro anos. Coordenação de Comunicação Social - CNEN / CDTN </p> <p><font class="textomini">29/11/2013</font><strong> <br /> Novas técnicas para obtenção de altíssima resolução em exames de moléculas, partículas e órgãos em ação. <br /> </strong>No dia 28 de novembro, o Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN), instituto da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) em Belo Horizonte, receberá o prof. Dr. Frederick J. Beekman, chefe da seção de radiação, detecção e imagens médicas da Delft University of Technology, da Holanda, para proferir a palestra ?Ultra-high-resolution SPECT and simultaneous PET-SPECT of molecules, particles and organs in action?. A Delft UT, em parceria com a empresa MILabs, desenvolveu um sistema de ultra-alta resolução para Single Photon Emission Computed Tomography (SPECT), integrado com um CT (U-SPECT + / CT), que pode quantificar estruturas de até 1/4 mm, pela aplicação de novas geometrias, sistemas de aquisição e métodos de reconstrução. Outra grande novidade técnica é o recente desenvolvimento de uma nova forma para executar U-SPECT, simultaneamente, com a Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET, na sigla em inglês), submilimetricamente. Na palestra serão apresentados vários exemplos de imagens e filmes gerados a partir de U-SPECT e VECT ou CT. Os exemplos incluirão marcadores tumorais, perfusão cardíaca, transportadores/receptores no cérebro e agentes antitumorais. O evento será às 11 horas no prédio 28, no auditório da Radiologia no CDTN, localizado no Campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), situado na Av.Pres. Antônio Carlos, 6.627, Belo Horizonte (MG). Notícias INFORME CNEN Ano: 2013 / 43 </p> <p><font class="textomini">05/11/2013</font><strong> <br /> PROJETO DE LEI TENTA EVITAR GRÃOS NA PONTA DA PRAIA <br /> </strong>A Prefeitura de Santos começou a colocar em prática o seu plano de proibir a movimentação de grãos na Ponta da Praia. A ideia é alterar a Lei de Uso e Ocupação do Solo da área insular da Cidade. Para isso, a administração pública encaminhará um projeto de lei à Câmara Municipal. A proposta já foi aprovada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (CDMU). De acordo com a Prefeitura, o objetivo é restringir a operação de granéis de origem vegetal entre o Paquetá e a Ponta da Praia. Haverá exceção apenas para as empresas já instaladas nos limites entre a confluência da rua Octávio Corrêa e avenida Conselheiro Nébias, desde que seja previamente autorizado com pagamento de outorga onerosa, o chamado de ?uso desconforme?. A estratégia de modificar as leis municipais para evitar, definitivamente, que o Governo Federal instale um grande terminal de grãos naquela região havia sido comentada pelos secretários de Assuntos Portuários e Marítimos, José Eduardo Lopes a A Tribuna, durante a reunião deste mês do Conselho de Autoridade Portuária (CAP). Na ocasião, ele afirmou que o novo Plano Diretor do Município também deverá ser alterado. Conforme explicou Lopes, as ações visam preparar a Prefeitura para quando for consultada sobre os projetos do Governo. Isso porque, o Artigo 14 da nova Lei dos Portos (nº 12.815) estipula que a Administração Municipal deve ser ouvida sobre qualquer empreendimento portuário. Porém, o secretário garante que isso ainda não ocorreu. Além das mudanças em leis do município, outras providências serão tomadas. Uma delas é elaborada pelo vereador Sadao Nakai (PSDB), que desenvolve um projeto de regulamento municipal mais rigoroso em relação à questão ambiental. A outra envolve a própria Seport, que pretende alterar uma lei complementar municipal voltada ao trânsito portuário. A ideia é tornar as sanções mais rigorosas contra aqueles que utilizam indevidamente vias públicas. ARRENDAMENTO: As manifestações da Prefeitura contrárias a construção de um grande terminal de granéis sólidos na Ponta da Praia começaram quando o Governo decidiu licitar as instalações localizadas na região, transformando-as em um único empreendimento para grãos. O arrendamento integra o primeiro lote, que deve ir a leilão no próximo mês. Ao todo, vão ser licitadas 11 áreas do Porto de Santos. Desde que o projeto foi anunciado, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) garantiu que utilizará todas as ferramentas possíveis para evitar que ele saia do papel. A meta do prefeito é impedir também operação de fertilizantes em<br><img src="http://www.frasesparaoface.com/wp-content/uploads/2015/09/tenho-preocupacoes.png"><br> <div><div><div><div><div><h1 class="subject-header"> Matemã Tica Aplicada E Operaã ões Entre Conjuntos artigos e trabalhos de pesquisa </h1> </div> </div> <div class="col-lg-9 col-md-8 col-sm-12 col-xs-12" id="search-results"> <ul class="categoryListing"> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Sociedade </h5> <p class="sample">....................................................................03 Teoria<span> Estruturalista.....................................................................................................................................03 Teoria das Relaç<b><i>ões</i></b> Humanas.....................................................................................................................03 Teoria Comportamental..................................................................................................</span></p> <p class="info small"> <span>2028  Palavras</span> | <span>9  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> pronunciamento técnico da cpc 00 </h5> <p class="sample">Comitê de Pronunciamentos Contábeis Pronunciamentos técnicos contábeis 2012/ Comitê de Pronunciamentos Contábeis. -- Brasília: Conselho Federal de<span> Contabilidade, 2013. 1202 p. 1. Pronunciamentos Técnicos – Contabilidade - Brasil. 2. Orientaç<b><i>ões</i></b> Técnicas Contabilidade. I. Título. CDU – 657(81)(083.74) Ficha Catalográfica elaborada pela Bibliotecária Lúcia Helena Alves de Figueiredo CRB 1/1.401 COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS Apresentação O Conselho Federal de Contabilidade...</span></p> <p class="info small"> <span>527894  Palavras</span> | <span>2112  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Equação Diferencial </h5> <p class="sample">Humanas, quando formulados em termos de conceitos <b><i>matemÃ</i></b>¡ticos, envolvem funç<b><i>ões</i></b> e suas derivadas fazendo surgir as<span> equaç<b><i>ões</i></b> diferenciais. As equaç<b><i>ões</i></b> diferenciais podem ser modelos de situaç<b><i>ões</i></b> reais. Nesse trabalho a solução da equação diferencial dá informaç<b><i>ões</i></b> sobre a taxa de variação da população em relação ao tempo, dentro de certos limites. 2 Histórico As equaç<b><i>ões</i></b> diferenciais começaram com o estudo do Cálculo...</span></p> <p class="info small"> <span>4346  Palavras</span> | <span>18  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> jogos estrategicos na resolução de problemas matematicos </h5> <p class="sample">relação ao estudo de <b><i>matemÃ</i></b>¡<b><i>tica</i></b>. Como consequência dessa realidade, é comum encontrarmos alunos concluindo seus estudos<span> básicos com certo grau de defasagem e aversão a matéria. Vista a dificuldade que a maioria dos alunos tem em relacionar a <b><i>matemÃ</i></b>¡<b><i>tica</i></b> abordada em sala de aula com a sua pratica diária, tenta-se buscar e minimizar esta diferença, contribuindo para que os professores possam desenvolver sequências didá<b><i>ticas</i></b> que auxiliem na exposição de conteúdos <b><i>matemÃ</i></b>¡ticos, empregando...</span></p> <p class="info small"> <span>12372  Palavras</span> | <span>50  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Administração </h5> <p class="sample">condiç<b><i>ões</i></b> pessoais e materiais de trabalho capazes de manter certo nível de saúde dos empregados. Segurança do Trabalho são<span> metodologias e técnicas desenvolvidas para se anteceder às possíveis causas de acidentes do trabalho, objetivando a prevenção de suas consequências, com foco na eliminação das condiç<b><i>ões</i></b> inseguras do ambiente, na instrução das pessoas e na implantação de prá<b><i>ticas</i></b> preventivas. Também Segurança do Trabalho está relacionada com condiç<b><i>ões</i></b> de trabalho...</span></p> <p class="info small"> <span>3924  Palavras</span> | <span>16  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> o corpo fala-Livro em pdf </h5> <p class="sample">Gerais, Diretor do Cento de Psicologia <b><i>Aplicada</i></b> – RJ, Especialista em Psicoterapia de Grupo e Psicodrama e autor de vários livros editados<span> em diversos países, incluindo o conhecido bestseller “Relaç<b><i>ões</i></b> Humanas na Família e no Trabalho”. Roland Tompakow: Professor de Comunicaç<b><i>ões</i></b> dos Cursos de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas – RJ, artista gráfico, técnico em Informá<b><i>tica</i></b> Visual, jornalista, assessor de Informá<b><i>tica</i></b> em marketing de várias Empresas e coordenador...</span></p> <p class="info small"> <span>24308  Palavras</span> | <span>98  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Energia </h5> <p class="sample">fornecimento de energia e a redução da dependência da importação de combustíveis. Recentemente, as preocupaç<b><i>ões</i></b> ambientais se tornaram<span> o maior motor para a busca de alternativas mais limpas de produção de energia. Entre essas alternativas, a energia eólica é uma que despertou significativa atenção durante as últimas décadas. A preocupação com as mudanças climá<b><i>ticas</i></b> e os esforços para a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), a partir da assinatura do Protocolo...</span></p> <p class="info small"> <span>2099  Palavras</span> | <span>9  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> resumo </h5> <p class="sample">direitos humanos; gênero e diversidade de orientação sexual; escola e proteção a crianças e adolescentes; saúde e prevenção; diversidade<span> étnico-racial; políticas afirmativas para afrodescendentes e populaç<b><i>ões</i></b> indígenas; educação para as populaç<b><i>ões</i></b> do campo; educação de jovens e adultos; qualificação profissional e mundo do trabalho; democracia, tolerância e paz mundial. Vigésimo sexto volume da Coleção Educação para Todos, esta obra se propõe a ser um encontro...</span></p> <p class="info small"> <span>73852  Palavras</span> | <span>296  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> direito </h5> <p class="sample">trabalho sobre a loucura na idade clássica ao estudo da criminalidade e da delinqüência? Michel Foucault: Quando fiz meus estudos, por volta dos anos<span> 50−55, um dos problemas que se colocava era o do estatuto político da ciência e as funç<b><i>ões</i></b> ideológicas que podia veicular. Não era exatamente o problema Lyssenko que dominava, mas creio que em torno deste caso escandaloso, que durante tanto tempo foi dissimulado e cuidadosamente escondido, apareceu uma série de questões interessantes...</span></p> <p class="info small"> <span>118120  Palavras</span> | <span>473  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> A Globalização da Indústria Aeronáutica </h5> <p class="sample">apresentada ao Curso de Doutorado em Relaç<b><i>ões</i></b> Internacionais do Instituto de Relaç<b><i>ões</i></b> Internacionais da Universidade de<span> Brasília, para obtenção do título de Doutor em Relaç<b><i>ões</i></b> Internacionais. Orientador: Prof. Dr. Eduardo Viola BRASÍLIA 2007 MARIA REGINA ESTEVEZ MARTINEZ A GLOBALIZAÇÃO DA INDÚSTRIA AERONÁUTICA: O CASO DA EMBRAER Tese defendida no Curso de Doutorado em Relaç<b><i>ões</i></b> Internacionais do Instituto de Relaç<b><i>ões</i></b> Internacionais da Universidade de Brasília...</span></p> <p class="info small"> <span>105481  Palavras</span> | <span>422  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Evoluã§ã£o da informã¡tica </h5> <p class="sample">formatação utilizadas: 5 13 - Salvando o texto no computador com outro nome. 6 14 - Salvando o texto no disquete. 6 15 - Ferramenta pincel 6 16 -<span> Ferramenta Desfazer e refazer 6 17 – Modos de Exibição de textos 7 18 – Ferramenta Ortografia e gramá<b><i>tica</i></b> (menu Ferramentas) 7 19 – Aumentar o espaçamento entre linhas 7 Exercício 2. 7 20 - Usando marcadores e numeradores: 9 21 - Para formatar marcadores ou numeradores: 9 22 - Como escolher outro tipo de marcador 9 Exercícios 3: 10 23 – Usando bordas...</span></p> <p class="info small"> <span>7876  Palavras</span> | <span>32  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Maioridade penal </h5> <p class="sample">BIBLIOGRAFIA - LIVROS E ARTIGOS (Língua Portuguesa) BIBLIOGRAFIA - LIVROS E ARTIGOS (Língua Portuguesa) AUTOR 1. BAGNO, MARCOS.<span> GRAMÁ<b><i>TICA</i></b> PEDAGÓGICA DO PORTUGUÊS BRASILEIRO. SÃO PAULO: PARÁBOLA, 2011. Marcos Bagno - é professor da Universidade de Brasília (UnB) e pesquisador associado do Instituto da Língua Galega, da Universidade de Santiago de Compostela. Escritor, poeta e tradutor, dedica-se à pesquisa e à ação no campo da educação linguística, com interesse particular...</span></p> <p class="info small"> <span>72886  Palavras</span> | <span>292  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Resumos </h5> <p class="sample">Regulamenta dispositivos da Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009, que institui o Estatuto de Museus, e da Lei nº 11.906, de 20 de janeiro de 2009, que<span> cria o Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso das atribuiç<b><i>ões</i></b> que lhe confere o art. 84, caput, incisos IV e VI, alínea “a”, da Constituição, e tendo em vista o disposto na Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009 e na Lei nº 11.906, de 20 de janeiro de 2009, DECRETA: TÍTULO I DISPOSIÇÕES...</span></p> <p class="info small"> <span>68469  Palavras</span> | <span>274  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Mercado de jogos eletronicos, a burocracia, o mercado e os impostos deste produto </h5> <p class="sample">enorme sucesso no passado conquistando diversos públicos cresce gradativamente no mundo e não se faz diferente no Brasil, mesmo com crises de diversas<span> outras áreas, estes continua crescendo de uma forma incrível. Com novos investimentos e ambiç<b><i>ões</i></b> que buscam uma evolução ainda maior. No país existem associação e grupos que através de projetos e campanhas, tentam fazer com que este mercado tão grande no mundo seja uma grande potencia também no brasil. Palavras-Chave: Importação...</span></p> <p class="info small"> <span>11240  Palavras</span> | <span>45  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> nbr8400 </h5> <p class="sample">Documentos complementares 3 Definiç<b><i>ões</i></b> 4 Símbolos literais 5 Estruturas 6 Mecanismos 7 Compatibilização entre grupos de estruturas e<span> de mecanismos ANEXO A - Exemplos de classificação dos equipamentos e seus componentes mecânicos ANEXO B - Cálculos das solicitaç<b><i>ões</i></b> devidas às aceleraç<b><i>ões</i></b> dos movimentos horizontais ANEXO C - Execução das junç<b><i>ões</i></b> por meio de parafusos de alta resistência com aperto controlado ANEXO D - Tensões nas junç<b><i>ões</i></b> soldadas ANEXO E - Verificação...</span></p> <p class="info small"> <span>18221  Palavras</span> | <span>73  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Crianã§a em desenvolvimento </h5> <p class="sample">entanto, ocorre a uma taxa rápida do cortex durante os dois primeiros anos de vida, o que resulta numa triplicação do peso cerebral total. Este surto é<span> seguindo de um período de poda, que é a eliminação das conexões desnecessárias para uma <b><i>operaÃ</i></b>§Ã£o mais eficiente do sistema. Este processo implica na eliminação de caminhos redundantes e retenção seletiva dos caminhos mais eficientes. Através deste mecanismo, tudo o que não é usado em nosso cérebro é perdido. Desta forma, o bebê...</span></p> <p class="info small"> <span>1155  Palavras</span> | <span>5  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Copérnico, kepler, galileu </h5> <p class="sample">idéia heliocêntrica é descrita na obra Commentariolus . Seu livro Revolutionibus orbium caelestium libri VI (Revolução dos Orbes Celestes em 6 volumes)<span> foi editado em 1543, postumamente, no ano de sua morte. Esta foi uma maneira de evitar acusaç<b><i>ões</i></b> (em vida) da Santa Inquisição. Em seu tratado, Copérnico realiza uma sistematização quantitativa da teoria heliocêntrica. Nesta teoria, os círculos correspondentes à Lua pouco mudam, pois ela gira, de fato, em torno da Terra. Figura: Ilustração...</span></p> <p class="info small"> <span>1025  Palavras</span> | <span>5  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Relatório de ensaios de concreto e argamassa </h5> <p class="sample"> A DETERMINAÇÃO DAS PROPRIEDADES DO CONCRETO E ARGAMASSA NO ESTADO FRESCO: 2.1 ENSAIO DE PRODUÇÃO DO CONCRETO. I–Aparelhagem:    <span>      Balança; Balde metálico; Pá metálica; Betoneira estacionária automá<b><i>tica</i></b>. II–Materiais: Cimento CPIV-32 RS; Areia; Brita; Água. III–Procedimentos: Pesou-se na balança 12,5 kg de cimento CPIV-32 RS, 16,25 kg de agregado miúdo (areia) e 27,5 kg de agregado graúdo (brita 1) com o auxílio da pá metálica e do balde...</span></p> <p class="info small"> <span>7290  Palavras</span> | <span>30  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> A etnomatemática aplicada na confecção dos mosaicos nos calçadões </h5> <p class="sample">A ETNOMATEMÁTICA <b><i>APLICADA</i></b> NA CONFECÇÃO DOS MOSAICOS NOS CALÇADÕES Ane Karoline Ribeiro* RESUMO Partindo do princípio de que a matemática<span> pode ser uma aliada na formação e na construção cultural do indivíduo, este artigo apresenta a construção dos mosaicos através da face etnomatemática. O presente escrito, parte da idéia de que a matemática e a cultura popular devem estar atreladas para contribuir com a produção matemática do individuo para que ele reconheça os interesses de seu grupo social...</span></p> <p class="info small"> <span>3014  Palavras</span> | <span>13  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Proaquicultura </h5> <p class="sample">como parte do projeto de investimento: 1. Obras civis, montagens e instalações; 2. aquisição de móveis e utensílios; 3. aquisição de máquinas e<span> equipamentos novos, inclusive <b><i>conjuntos</i></b> e sistemas industriais, produzidos no país e credenciados no BNDES; 4. importação de máquinas e equipamentos novos, inclusive <b><i>conjuntos</i></b> e sistemas industriais, que não apresentem similar nacional; 5. despesas de internalização de máquinas e equipamentos importados sem similar nacional, desde que não impliquem remessa...</span></p> <p class="info small"> <span>1401  Palavras</span> | <span>6  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Trabalho </h5> <p class="sample">encontrar o Direito, ainda que em estágio rudimentar, regulando as relaç<b><i>ões</i></b> humanas. É que os homens, obrigados ao convívio, labutando uns<span> ao lado dos outros, carecem de certas regras de conduta, de um mínimo de ordem e direção. Onde está o homem, está o Direito. Essas regras de procedimento, disciplinadoras da vida em sociedade, recebem o nome de Direito. Portanto, a finalidade do direito se resume em regular as relaç<b><i>ões</i></b> humanas, a fim de que haja paz e prosperidade no seio social, impedindo...</span></p> <p class="info small"> <span>29949  Palavras</span> | <span>120  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Adolf Hitler </h5> <p class="sample">"Perdêramos a I Grande Guerra, engenheiros, médicos e tantos reviravam latas de lixo para encontrar comida, os judeus, comerciantes em sua maioria,<span> expunham suas mercadorias sugerindo serem beneficiados pela situação, era solo fértil para as pregaç<b><i>ões</i></b> anti-semitas".      Quanto ao anti-semitismo, além da postura racista inquestionável e confessa, havia uma estratégia de propaganda. Hitler entendia que qualquer movimento precisava de inimigos para fortalecer-se. Subestimando a capacidade...</span></p> <p class="info small"> <span>181769  Palavras</span> | <span>728  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> A era-dos-extremos - Hobsbawm </h5> <p class="sample">e aprendizes: as ciências naturais.. ............... 504 19. Rumo ao milénio ............................... 537 Bibliografia<span> .......................................... 563 Outras leituras ........................................ 579 Ilustraç<b><i>ões</i></b> ........................................... 583 índice remissivo ....................................... 585 PREFACIO E AGRADECIMENTOS Não é possível escrever a história do século xx como a de qualquer outra época, quando mais não fosse...</span></p> <p class="info small"> <span>64254  Palavras</span> | <span>258  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> NBR 6118 </h5> <p class="sample">.............................................................................1 2 Referências normativas<span> .................................................................................................................................1 3 Definiç<b><i>ões</i></b> .......................................................................................................................................................4 4 Simbologia ...................................................................................</span></p> <p class="info small"> <span>31666  Palavras</span> | <span>127  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Estimativa de Software </h5> <p class="sample">pessoas X 2,5meses Esforço = 25 Características fundamentais do Processo Unificado (UP) e do RUP: ITERATIVO, INCREMENTAL, CENTRADO NA ARQUITETURA,<span> ORIENTADO POR CASOS DE USO. * No RUP as iteraç<b><i>ões</i></b> apresentam como vantagens, exceto: ( ) Atenuar riscos. ( ) Permitir alteraç<b><i>ões</i></b> durante o projeto. ( ) Garantir aprendizado mais cedo. (X) Assegurar a qualidade do código. ( ) Nenhuma das alternativas. * Com relação ao ciclo de vida do RUP podemos afirmar, exceto: ( ) Suas fases...</span></p> <p class="info small"> <span>1027  Palavras</span> | <span>5  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Métodos de análise química, mineralógica e física de solos do instituto agronômico de campinas </h5> <p class="sample">......................................................................................57 6.3 Porosidade total<span> ........................................................................................................................58 6.4 Determinaç<b><i>ões</i></b> volumétricas em monolitos com estrutura natural ...........................................58 7. DETERMINAÇÃO DOS LIMITES DE CONSISTÊNCIA DO SOLO ..................................62 7.1 Limite de liquidez ........................................</span></p> <p class="info small"> <span>31291  Palavras</span> | <span>126  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> plotar o conjunto solução da desigualdade x<1. </h5> <p class="sample">usa: rio i) a tecla ou ii) a tecla , enquanto o estiver seguro. A opçã o ii) chamaremos de +. Qualquer documento criado enquanto usamos o Front End é<span> chamado de Notebook. Tais documentos podem conter misturas de textos, grá ficos e objetos <b><i>matemá</i></b> ticos. Manipulando números Faça uma pergunta ao Mathematica que ele te responderá com um resultado. A cada par de pergunta (entrada) e resposta (saí ele associaráum número. A ié sima da) entrada é rotulada por In[i] e a correspondente saí Out[i]...</span></p> <p class="info small"> <span>4788  Palavras</span> | <span>20  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Petelson </h5> <p class="sample">encapsulamento, tecnologia, entre outros. Memória ROM As memórias ROM (Read-Only Memory - Memória Somente de Leitura)<span> recebem esse nome porque os dados são gravados nelas apenas uma vez. Depois disso, essas informaç<b><i>ões</i></b> não podem ser apagadas ou alteradas, apenas lidas pelo computador, exceto por meio de procedimentos especiais. Outra característica das memórias ROM é que elas são do tipo não voláteis, isto é, os dados gravados não são perdidos na ausência...</span></p> <p class="info small"> <span>2295  Palavras</span> | <span>10  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Binómio de newton </h5> <p class="sample">------------------------------------------------------ 09  A Relação Entre os Dois Recursos <b><i>MatemÃ</i></b>¡ticos -------------------- 13 <span> Bibliografia e Outros ------------------------------------------------------- 14 Pedro Miguel de Jesus Matos Nº1832 Licenciatura de Informá<b><i>tica</i></b> – 1º Ano Página 02 Binómio de Newton Introdução Este é um trabalho desenvolvido para a disciplina de <b><i>MatemÃ</i></b>¡<b><i>tica</i></b> e tem como objectivo dar a conhecer o Binómio de Newton através de alguns dados históricos que...</span></p> <p class="info small"> <span>1700  Palavras</span> | <span>7  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Seminário de matemática </h5> <p class="sample">Proeja Info – 10 Professor: Leandro Amaral Disciplina: <b><i>MatemÃ</i></b>¡<b><i>tica</i></b> SEMINÁRIO DE <b><i>MATEMÃ</i></b><b><i>TICA</i></b><span> Temas - 1:  Razão e Proporção  Regra de Três Simples Orlando Wagner; Weydila P. Gomes; Ariadna S. Costa Maria da Guia Iolanda Barbosa Marinilde; Maura Edna SÃO RAIMUNDO DAS MANGABEIRAS-MA / 2012 Seminário de <b><i>MatemÃ</i></b>¡<b><i>tica</i></b>: Razão e Proporção & Regra de Três Simples RAZÃO Razão é uma forma de se realizar a comparação de duas grandezas, no entanto, para isto é necessário que as duas...</span></p> <p class="info small"> <span>1973  Palavras</span> | <span>8  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> erin brockovich </h5> <p class="sample">papelada sobre uma <b><i>operaÃ</i></b>§Ã£o de compra e venda de imóveis envolvendo uma poderosa organização de utilidade pública, a Pacific Gás &<span> Eletric Company, PG&E, e moradores de uma pequena localidade na Califórnia. Erin fica intrigada com a presença de laudos médicos numa questão patrimonial e resolve, por conta própria, investigar a estranha relação. No processo de investigação, usando de seus atributos fÃsicos e de sedução, ouvindo moradores e coletando informaç<b><i>ões</i></b> de várias fontes...</span></p> <p class="info small"> <span>10039  Palavras</span> | <span>41  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Balanco 20perguntado 20v 5B1 5D </h5> <p class="sample">calculado ($1.232) é inferior ao lucro contábil demonstrado ($2.432). Isso pode ser facilmente demonstrado, lembrando-se de que o lucro contábil remunera<span> somente o capital de terceiros (despesas financeiras). Essa diferença ($1.200) 8 Na prá<b><i>tica</i></b>, principalmente em países com mercado de capitais expressivos (ex.: EUA), o custo do capital próprio pode ser obtido pelo método CAPM, que considera um excedente em relação à taxa média de mercado, denominado prêmio de risco. Esse cálculo...</span></p> <p class="info small"> <span>1561  Palavras</span> | <span>7  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Resumo informática para concursos </h5> <p class="sample">br – faccat@faccat.br Av. Oscar Martins Rangel, 4500 – (51) 3541­6600 Sumário<span> Sumário......................................................................................................................2  Conceitos Básicos de Informá<b><i>tica</i></b>..............................................................4 1.Hardware...............................................................................................4 2.Software....................................................................</span></p> <p class="info small"> <span>748  Palavras</span> | <span>3  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> trabalho adm </h5> <p class="sample">conhecimento ou prá<b><i>tica</i></b> sistemáticos. Em sentido estrito, ciência refere-se ao sistema de adquirir conhecimento baseado no método<span> científico bem como ao corpo organizado de conhecimento conseguido através de tais pesquisasRef. 1 . Este artigo foca o sentido mais estrito da palavra. Embora as duas estejam fortemente interconectadas, a ciência tal como enfatizada neste artigo é muitas vezes referida como ciência experimental a fim de diferenciá-la da ciência <b><i>aplicada</i></b>, que é a aplicação...</span></p> <p class="info small"> <span>544  Palavras</span> | <span>3  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> treinamento e desenvolvimento </h5> <p class="sample"> INTRODUÇÃO Esse trabalho tem por finalidade nos alertar a importância dos treinamentos dentro das empresas, com o<span> passar dos anos, esse processo ganhou ainda mais força tornando-se essencial para as organizaç<b><i>ões</i></b> que pretendem se destacar no mercado e que apostam em profissionais para oferecer serviços de qualidade. Muito mais do que oferecer conhecimento, os treinamento tem como objetivo capacitar profissionais que, por sua vez, devem atender as expectativas...</span></p> <p class="info small"> <span>4987  Palavras</span> | <span>20  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Tranbalho </h5> <p class="sample">arma é mais leve do que a M4 padrão e apresenta um cano ainda menor, permitindo um saque mais rápido. | | | | | | SH | M4A1 SOPMOD |   | Uma<span> M4A1 modificada e equipada especificamente para <b><i>operaÃ</i></b>§<b><i>ões</i></b> especiais. Entre os acessórios com SOPMOD (Modificação Peculiar para <b><i>OperaÃ</i></b>§<b><i>ões</i></b> Especiais), encontram-se uma mira de ponto integrada e um silenciador de alta qualidade que não reduzem muito o dano. | CASH | REC7 | - | | As novas balas 6,8 mm oferecem à REC7, que faz parte da...</span></p> <p class="info small"> <span>1019  Palavras</span> | <span>5  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Ergonomia </h5> <p class="sample">observar o dia-a-dia desses indivíduos e constatou-se que um grande problema era a alimentação nada saudável que em <b><i>conjunto</i></b> com outros<span> fatores estressantes tornava-se o gatilho para o aparecimento de uma das doenças mais rapidamente na vida do indivíduo. O objetivo do projeto foi proporcionar, através de pesquisas bibliográficas e entrevistas com a população, opç<b><i>ões</i></b> de alimentos naturais e partes de outros que eram muitas vezes descartadas, visando um maior aproveitamento nutricional...</span></p> <p class="info small"> <span>16706  Palavras</span> | <span>67  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> DIREITO PENAL </h5> <p class="sample">de reagir com eficácia diante das infraç<b><i>ões</i></b>. II- Fundamento psicossocial = A pena satisfaz o anseio de justiça da comunidade. III-<span> Fundamento ético-individual = A pena permite ao próprio delinquente liberar-se de algum sentimento de culpa. 2. FINALIDADES DA PENA • Escola clássica = Carrara. Para esta escola, a pena surge como forma de prevenção de novos crimes. A pena serve para defesa da sociedade. A pena é uma necessidade é<b><i>tica</i></b>, reequilíbrio do sistema. Jakobs fala do...</span></p> <p class="info small"> <span>64022  Palavras</span> | <span>257  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Relatório sobre a competitividade industrial de cabo verde </h5> <p class="sample">African, Caribbean and Pacific Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação Africa Growth Opportunity Act Agência Nacional das<span> Comunicaç<b><i>ões</i></b> Alta Tecnologia Baixa Tecnologia Communauté Economique des Etats de l’Afrique de l’Ouest Common Market for Eastern and Southern Africa Centro de Políticas Estratégicas Conferência das Naç<b><i>ões</i></b> Unidas sobre o Comércio e o Desenvolvimento Classificação Tipo para o Comércio Internacional Cabo Verde Investimentos Digital Opportunity Index...</span></p> <p class="info small"> <span>40935  Palavras</span> | <span>164  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Desafio De Matem Tica </h5> <p class="sample">jogo que consiste no reconhecimento dos números e comparações de quantidades. Etno: Levantamento dos conhecimentos prévios, quando a conhecimento dos números<span> e comparações de quantidades. <b><i>Matema</i></b>: Exploração das cartas com números, reconhecimento/conhecendo, comparação de quantidades, qual é o maior ou menor. <b><i>Tica</i></b>: Pedir que os alunos se agrupem em 4 ou 5 integrantes. Cada um pega uma carta do monte, ao mesmo tempo todos mostram as cartas, quem tiver o número maior fica com as cartas dos demais. O...</span></p> <p class="info small"> <span>1350  Palavras</span> | <span>6  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Recrutamento e Seleção </h5> <p class="sample">Account Options> Pamela PaivaPamela PaivaPamela Paiva pamppaiva@gmail.com Conta–PrivacidadeVer perfilPamela PaivaPamela Paiva pamppaiva@gmail.com<span> Todas as suas páginas do Google+ ›Adicionar conta Sair Configuraç<b><i>ões</i></b> Trabalho de Recrutamento - Finalizando.docAdicionar ao discoEditar on-lineFazer download no formato originalCompartilharArquivoVisualizarAjuda Centro Universitário Salesianos de São Paulo O Processo Seletivo na Luxcar acessórios automotivos Ana Paula Garcia da...</span></p> <p class="info small"> <span>5349  Palavras</span> | <span>22  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Autovetores e Autovalores </h5> <p class="sample">Instituto de Matematica ´ Departamento de Matematica Algebra Linear II : Autovetores e Autovalores Carlos E. N. Bahiano Instituto de<span> <b><i>MatemÂ</i></b>´<b><i>tica</i></b> a Universidade Federal da Bahia - UFBa 40.210-170 Salvador, Bahia, Brasil Apostila destinada ao curso de Algebra Linear II, oferecido pelo Departamento de <b><i>MatemÂ</i></b>´<b><i>tica</i></b> do a Instituto de <b><i>MatemÂ</i></b>´<b><i>tica</i></b> a da UFBa. Autor: Carlos Eduardo N. Bahiano Data : 16/01/2004 Sum´rio a 0 INTRODUCAO ¸˜ 1 1 ˆ NOCOES GERAIS SOBRE CORPOS...</span></p> <p class="info small"> <span>10816  Palavras</span> | <span>44  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> ETNOMATEM TICA NA CIVILIZA O EM MUDAN 1 </h5> <p class="sample">Elo entre as tradições e a modernidade, especificamente no capítulo IV, Ubiratan D´Ambrósio afirma que: “Para compor a palavra etnomatemática utilizei as<span> raízes utilizadas são <b><i>tica</i></b>, <b><i>matema</i></b> e etno para significar que há várias maneiras, técnicas, habilidades (<b><i>ticas</i></b>) de explicar, de entender, de lidar e de conviver com (<b><i>matema</i></b>) distintos contextos naturais e socioeconômicos da realidade (etnos)”. (p.70) Compreendemos, portanto que o Programa Etnomatemática é transdisciplinar, no qual há interação entre...</span></p> <p class="info small"> <span>625  Palavras</span> | <span>3  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> ciencias sociais </h5> <p class="sample">PORQUE MUITAS PESSOAS ENRIQUECEM DA NOITE PARA O DIA? COMO AJUDAR O PRÓXIMO E A MIM MESMO A RESOLVER PROBLEMAS FINANCEIROS? Método aprovado pela<span> Revista Exame!!! Leia o texto com atenção; ele realmente funciona! É só seguir as instruç<b><i>ões</i></b> abaixo. Eu li e reli, dei um tempo a mim mesmo para pensar, e estudar atentamente sobre este Programa. Depoimento de quem já usou o Programa e deu certo: Meu nome é Nelson Pires, sou advogado, hoje aposentado e pastor da Igreja Batista Caxias...</span></p> <p class="info small"> <span>2766  Palavras</span> | <span>12  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Etnomatemática </h5> <p class="sample">CAPÍTULO I 1. DISCUSSÃO TEÓRICA SOBRE ETNOMATEMÁTICA 1.1 INTRODUÇÃO “A etnomatemática é a arte ou técnica<span> (techné = <b><i>tica</i></b>) de explicar, de entender, de se desempenhar na realidade (<b><i>matema</i></b>), dentro de um contexto cultural próprio (etno).” (D’ AMBROZIO, (2003), D’AMBROSIO, (2003), afirma também que o ensino de matemática não pode ser hermético nem elitista. Deve levar em consideração a realidade sócio cultural do aluno, o ambiente em que...</span></p> <p class="info small"> <span>4213  Palavras</span> | <span>17  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Filtros com amplificadores: rejeita-faixa </h5> <p class="sample">constituem-se apenas de elementos passivos, como resistores, capacitores e indutores. E ativos, se consistem de elementos ativos: transistores e<span> amplificadores operacionais, além de resistores, capacitores e indutores. Há três importantes limitaç<b><i>ões</i></b> aos filtros passivos: não podem ter ganhos maiores que 1, pois elementos passivos são incapazes de adicionar energia à rede; podem necessitar de indutores (grandes e caros); funcionamento insatisfatório em frequências abaixo da faixa de frequência...</span></p> <p class="info small"> <span>1096  Palavras</span> | <span>5  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> A Importância da Auditoria Interna como Instrumento de Controle Administrativo e Gestão </h5> <p class="sample">procedimentos e processos, para assim identificar falhas e deficiências para propor melhorias que possam atender as expectativas dos empresários e<span> gestores. Seu objetivo é auxiliar a alta administração a desenvolver adequadamente suas atribuiç<b><i>ões</i></b>. Neste trabalho é apresentada a satisfação dos empresários e gestores de Foz do Iguaçu, que se utilizam da auditoria interna através de pesquisa identificada por meio de entrevistas junto as empresas, bem como algumas análises relacionadas aos...</span></p> <p class="info small"> <span>2507  Palavras</span> | <span>11  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> NURT </h5> <p class="sample">MODULO <b><i>MATEMÁ</i></b> <b><i>TICA</i></b> ———————————————————————————————————————— FUNÇÃO DO 1º GRAU Vamos estudar a função do 1º grau, definida no<span> <b><i>conjunto</i></b> dos números reais. Ela é uma função que relaciona em uma expressão algébrica do 1º grau. FUNÇ Ã O DO 1º GRAU Chama-se função do 1º grau a função definida por: F : { ( x, y) ∈ R x R / y = ax + b } Onde a e b são números reais dados. Esta função também pode ser representada por F : R R x a=2 y = ax + b b=1 Obs.: A função do tipo y...</span></p> <p class="info small"> <span>4473  Palavras</span> | <span>18  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> professora </h5> <p class="sample">cerimônia do chá devem sempre esperar em um recinto, até se desconectarem das preocupaç<b><i>ões</i></b> do dia-a-dia. Se pensarmos bem, em todas as<span> sociedades, em todos os tempos, comer e beber são aç<b><i>ões</i></b> que produzem oportunidades para interação social e para a encenação de rituais, ou seja um ótimo tema para estudos sociológicos. Outro ponto, um indíviduo que bebe chá está envolvido em uma complicada rede de relaç<b><i>ões</i></b> sociais, econômicas e culturais que se estendem pelo mundo desde os tempos antigos...</span></p> <p class="info small"> <span>26567  Palavras</span> | <span>107  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Fisica </h5> <p class="sample">massa são exemplos dessas grandezas. Outras grandezas, como deslocamento, velocidade e aceleração, por exemplo, para serem completamente definidas<span> necessitam de informaç<b><i>ões</i></b> adicionais como direção e sentido. Essas grandezas são chamadas de vetores ou grandezas vetoriais. Nesta unidade, vamos aprender a linguagem <b><i>matemÃ</i></b>¡<b><i>tica</i></b> básica para descrever vetores. Em particular, vamos aprender o seguinte: • Adição e subtração de vetores; • Componentes de um vetor; • Noção de vetor unitário;...</span></p> <p class="info small"> <span>812  Palavras</span> | <span>4  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Direito </h5> <p class="sample">outras personalidades na instalação da Assembléia Nacional Constituinte, 1934. Rio de Janeiro (RJ). 3. O paÃ-s vivia um governo provisório<span> e, na prá<b><i>tica</i></b>, sem uma Carta vigente, já que desde a Revolução de 1930 a coalizão liderada por Getúlio Vargas governava por decreto-lei. As grandes transformaç<b><i>ões</i></b> sociais pelas quais o paÃ-s passava, como o fim do domÃ-nio polÃ-tico das oligarquias, a industrialização e a urbanização, acabaram sendo condensadas pela Assembléia...</span></p> <p class="info small"> <span>811  Palavras</span> | <span>4  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Matematica aplicada - unicid </h5> <p class="sample"> Responsável pelo Conteúdo: Profª. Ms. Adriana D. Freitas Profª. Drª. Jussara Maria Marins Revisão Textual: Profa. Esp. Vera Lídia de Sá Cicaroni <span> Aritmética  <b><i>Conjunto</i></b> dos Inteiros: Z  <b><i>Conjunto</i></b> dos Racionais: Q  <b><i>Conjunto</i></b> dos Reais  <b><i>Conjuntos</i></b> Enumeráveis  Intervalos Reais Dentro do estudo da Matemática, as disciplinas mais antigas são a Geometria e a Aritmética. Embora antigas, elas estão sempre sendo atualizadas e necessárias para uma série de outras disciplinas mais novas. Vamos ter...</span></p> <p class="info small"> <span>10343  Palavras</span> | <span>42  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Fasores </h5> <p class="sample">𝑥𝑥 < 0 𝑟𝑟 𝑖𝑖 < 0 ⎩ 𝑥𝑥 Os infinitos valores de arg(𝑧𝑧) 𝑧𝑧 =<span> 𝑟𝑟(𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟 + 𝑖𝑖𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟) As funç<b><i>ões</i></b> 𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟 e 𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟𝑟 têm período 2𝜋𝜋, logo o arg(𝑧𝑧) também poderia ser tomado como 𝑟𝑟 + 2𝑘𝑘𝜋𝜋, 𝑘𝑘 ∈ ℤ...</span></p> <p class="info small"> <span>833  Palavras</span> | <span>4  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Bases matematica- lógica, conjuntos, pif... </h5> <p class="sample">Bases Matem´ <b><i>ticas</i></b> - Armando Caputi e Daniel Miranda a in ar Armando Caputi e Daniel Miranda Ve rs ao ˜ Pr el im Bases<span> Matem´ <b><i>ticas</i></b> a BC0003 - Bases Matem´ <b><i>ticas</i></b> a UFABC - Universidade Federal do ABC Santo Andr´ e Vers˜ o compilada em: 24 de agosto de 2013 a Bases Matem´ <b><i>ticas</i></b> - Armando Caputi e Daniel Miranda a Ve rs ao ˜ Pr el im in ar A Escrito em L TEX. ii Bases Matem´ <b><i>ticas</i></b> - Armando Caputi e Daniel Miranda a Apresentacao ...</span></p> <p class="info small"> <span>83993  Palavras</span> | <span>336  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> slaide de psicologia </h5> <p class="sample">qual o sentido destas filosofias para a prá<b><i>tica</i></b> do Gestalt-Terapeuta.  O Humanismo acredita que existe na pessoa um potencial que<span> ultrapassa sua existência, é um impulso para o crescimento, para o processo de individualização em que o homem é responsável pela sua atualização. É uma concepção do mundo e da existência, cuja questão central é o Homem. Podemos dizer que o Humanismo torna o homem mais verdadeiramente humano.  Na prá<b><i>tica</i></b> terapêutica, é preciso entender o homem como...</span></p> <p class="info small"> <span>3492  Palavras</span> | <span>14  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> TRANSMISSÃO E RECEPÇÃO DE SINAIS ANALÓGICOS E DIGITAIS </h5> <p class="sample">importância e o quanto estamos dependentes dos sistemas de comunicaç<b><i>ões</i></b> principalmente os telefones e a internet. Vamos demonstrar os<span> conceitos elementares associados a estes tipos de telecomunicaç<b><i>ões</i></b> e explicar de que forma eles ocorrem e o porque da necessidade de haver a modulação dos sinais. Através dos materiais pesquisados e encontrados em artigos técnicos, bibliografias, livros na área de telecomunicaç<b><i>ões</i></b> será tratada a importância da descoberta desta tecnologia e o impacto...</span></p> <p class="info small"> <span>1578  Palavras</span> | <span>7  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Hinduismo </h5> <p class="sample">veneração em <b><i>conjunto</i></b> e de formalidades eclesiásticas ou de congregação: e ainda substitui o nacionalismo"3Entre as suas raízes está<span> a religião védica da Idade do Ferro na Índia e, como tal, o hinduísmo é citado frequentemente como a "religião mais antiga",4 a "mais antiga tradição viva"5 ou a "mais antiga das principais tradiç<b><i>ões</i></b> existentes".6 7 8 É formado por diferentes tradiç<b><i>ões</i></b> e composto por diversos tipos, e não possui um fundador.9 Estes tipos, sub-tradiç<b><i>ões</i></b> e denominações...</span></p> <p class="info small"> <span>1916  Palavras</span> | <span>8  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Gestao </h5> <p class="sample">aprender, e além de agregar uma carga positiva em minha grade curricular, quero ter o privilégio de colocar esta pratica na medida do possÃvel, sempre<span> respeitando os nÃveis de hierarquias nas organizaç<b><i>ões</i></b> por onde passarei. Creio que a Guardian Angel’s é uma empresa carente de informaç<b><i>ões</i></b> atualizadas e processos de modos de utilização dos meios de comunicação. RESUMO Page 3 | 2 MOGI DAS CRUZES UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTA 1º bim. PIM I – 2012. JULIO CESAR FERNANDES DA SILVA –...</span></p> <p class="info small"> <span>3427  Palavras</span> | <span>14  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> A dicotomia entre o público e o privado </h5> <p class="sample">A Evolução das relaç<b><i>ões</i></b> entre o Público e o Privado na Administração Pública Ricardo Madruga dos Santos Resumo Nos últimos<span> tempos, inegavelmente, o mundo experimenta uma mudança em nível de ordem política, ou na forma de regimes em várias sociedades, observando-se regimes autoritários de várias formas, sejam por regimes militares, socialistas ou teocráticos, que acabaram por desmoronar, dando lugar a “democracias constitucionais liberais”, caracterizadas pela presença...</span></p> <p class="info small"> <span>1962  Palavras</span> | <span>8  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> <li class="essayPreview"> <div class="media"> <div class="media-left"> <div class="favorite-container"> <i class="icon icon_heart"></i> </div> </div> <div class="media-body"> <h5 class="media-heading"> Neurose </h5> <p class="sample">diálogo inter, multi e transdisciplinar, tem sua definição precária de identidade dissolvida, revelando seu potencial de olhar para a complexidade de seu<span> objeto. Tal situação tem o potencial de propiciar a construção de novas formas e prá<b><i>ticas</i></b> de se pensar o saber psicológico. Todavia, convida à realização de atividades cada vez mais em sintonia com outros saberes. Assim, uma dupla tarefa impõe-se: dialogar, ultrapassando fronteiras antes demarcadas, e sustentar um discurso construtor...</span></p> <p class="info small"> <span>615  Palavras</span> | <span>3  Páginas</span> </p> <div class='testBtns'> Ler documento completo </div> </div> </div> </li> </ul> <div> </div> </div> <div class="col-lg-3 col-md-4 hidden-sm hidden-xs"> <div id="sidebar_content subjects_sidebar"> <div class="advertBox"> <div id="div-gpt-ad-1480720904587-0" ></div> </div> <div class="clearfix"></div> <div class="advertBox hidden-sm hidden-xs second"> <div id="div-gpt-ad-1425917053271-0" ></div> </div> <div class="advertBox hidden-sm hidden-xs second"> </div> </div> </div> </div> <div class="advertBox"> <div class="longBannerAd"> <div id="div-gpt-ad-1372895483939-0" ></div> </div> </div> </div> </div> <br><img src="http://www.opopularpr.com.br/wp-content/uploads/2015/06/1-5-Cópia.jpg"><br> <br><img src="https://1.bp.blogspot.com/-WxtqyNz70ho/WNbpU1vsQBI/AAAAAAAARBE/bUXFpZOB0TwT0oe8rkXKXvV7LbMU8UyYwCLcB/s1600/2017_03_25_Top10_Preocupacoes_SD_2017.png"><br> <br><img src="https://2.bp.blogspot.com/-oVZhZjJtkG8/Vy0HZSp2oaI/AAAAAAAAeA4/unxeH4nnCCYkDrRIBPgoR8g65txxx0LwACLcB/s400/4670791_adb9f.gif"><br> </body></html>